domingo, abril 23, 2017

A fama é pura lorota

Hoje, Dia do Livro, bem que vale a pena recordar que a história da literatura é um paradoxo incessante.
Qual é o episódio mais popular da Bíblia? Adão e Eva mordendo a maçã.
Só que na Bíblia, esse episódio não aparece.
 Platão nunca escreveu sua famosa frase: Só os mortos viram como a guerra termina.
 Dom Quixote de la Mancha nunca disse: Os cães ladram e a caravana passa.
Não foi dita nem escrita por Voltaire a sua frase mais conhecida: Não estou de acordo com o que dizes, mas defenderei até a morte teu direito de dizer.
Georg Friedrich Hegel nunca escreveu: Cinzenta é a teoria, e verde a árvore da vida.
Sherlock Holmes jamais disse: Elementar, meu caro Watson.
Em nenhum de seus livros, nem panfletos, Lênin escreveu: O fim justifica os meios.
Bertolt Brecht não foi o autor do mais celebrado de seus poemas: Primeiro levaram os comunistas/ mas não me importei/ porque eu não era comunista...
Jorge Luis Borges não foi o autor do mais difundido de seus poemas: Se pudesse viver novamente minha vida/ trataria de cometer mais erros...

(Eduardo Galeano em "O Filho dos Dias")
Gabriel Casas’ Day Of The Book, Barcelona, 1932 (via alcarbon68)


Nenhum comentário :