sexta-feira, outubro 31, 2008

CBN MARINGÁ



Para comemorar os 10 anos da CBN Maringá, eis a primeira chamada de TV da emissora em 1998. Os amigos podem tentar adivinhar quem são as figurinhas que aparecem no vídeo.

quinta-feira, outubro 30, 2008

FAHRENHEIT MORREU


Lí em O Diário e não acreditei, mas o próprio Edilson Confirmou. Fahrenheit morreu. Eis o texto publicado em O Diário, edição de ontem.

A morte do Sr. Fahrenheit

Padre Jorge foi hoje de manhã ao Prever com seus óculos redondos, cara de Francis Ford Coppola e encontrou JM no velório: "O velho Fahra se foi". "Vai se juntar ao saudoso Visconde do Ingá". "Que descansem em paz". JM tirou envelope.

Padre Jorge leu. "O cara pediu para você cantar no velório dele?". "Pode?". "Que música?". "In the rare old times". "Caceta!". Era estranho. Padre à distância observou a cara ossuda e os cabelos brancos revoltos do Sr. Fahrenheit no caixão esplêndido.

Por fim, perguntou: "Conhece a letra?". "Claro". "Onde achou?". "Youtube". "Vai cantar?". "Não sei". Padre Jorge olhou o ambiente, tinha gente estranha, velhota de quase noventa chorava. Cutucou JM: "Mulher dele?".

"Irmã mais velha". Mostrou a loirinha, cara de Jéssica Alba, pouco vulgar, mas com tudo em cima: "A gata do cara é aquela". Padre ficou de queixo caído: "Pelo papa Urbano II, mas ela tem pouco mais de vinte".

"Viagra é a revolução da hora, meu caro!". Os dois parados. Padre: "De que morreu?". "Excesso de sexo". "Não acredito". "Pois é". "Safado!". "Fala assim não: virou presunto". "Presunto safado".

Os dois destilando deselegâncias enquanto ao redor as pessoas falavam coisas nobres: "O Sr. Fahrenheit foi um grande sujeito, muito mordaz". "Uma espécie de Nelson Rodrigues. Sem exagero".

"Eu gostava da mescla de signos do cinema inseridos num bairro perdido da cidade". "Ele me fazia rir e refletir". "Há anos roubou minha namorada. O sacana. Ainda bem. Ela ficou velha e gorda". Padre Jorge disse a JM: "Não faça". "O quê?". "Cantar". JM tinha esquecido a história da música: "Por quê?". "Ninguém vai entender". "Vão achar que fiquei maluco". "Maluco é quem foi". "Claro, porra!". "E a coluna?". "Sei lá!".

Padre Jorge disse que às vezes quando vai a Nova Esperança pensa que não há jornal na América que publicou a cara de Mr. Willian Butler Yeats com tanta freqüência. "Não tinha pensado". "Coisas do velho Fahra".

A garota de Fahrenheit de luto da cabeça aos pés se aproximou de salto alto e ancas flutuantes, voz sensual como se convidasse os dois para qualquer coisa menos oração: "Vamos fechar o caixão.

Os senhores acompanham a despedida?". Padre Jorge foi e em vez do Padre Nosso ouviu: "Nossas vozes dessecadas, quando juntos sussurramos, são quietas e inexpressas como o vento na relva seca". Prudentemente ele se afastou: "Povo doido. Velório maluco". E caiu fora. JM aproveitou a deixa e saiu de fininho.

Por precaução, enfiou as mãos no bolso e com sua voz grave cantou baixinho enquanto andava: "Ring a ring a rosie, as the light declines. I remember song city in the rare old times".


Bulga, estou passando por aqui para deixar um abraço e um agradecimento. Fiz na edição de ontem a última coluna em O Diário -depois de umas cento e trinta edições - enterrando o velho Fahra, aliás com a reverente presença no Prever de Padre Jorge (que tirei daqui) e sua cara de Francis Ford Copolla. E para fechar o ciclo tenho de agradecer quem começou tudo, que foi justamente você. Que nos poucos contatos que tivemos por e-mail e telefone sempre se revelou um sujeito nota dez. Ir em frente não é tão simples, mas impossível se alguém não dá a largada. E terminar é uma questão de ciclo. Tudo que começa um dia acaba. Caso contrário, não faz sentido.

grande abraço

edilson

quarta-feira, outubro 29, 2008

THE MAMAS E THE PAPAS EM MARINGÁ

Está praticamente certo que no dia 15 de novembro haverá show do The Mamas and The Papas em Maringá. Eu e Elci Nakamura vamos cantar Califórnia Dream e Monday Monday. O The Mamas & The Papas retorna ao Brasil para uma série de apresentações. Ao longos dos anos, o grupo passou por várias formações com John Philips (falecido em 2001), autor de boa parte dos sucessos do grupo e também criador e vocalista. Pelo que descobri nos sites, em sua atual formação, estão as Mamas Crissy Faith, indicada ao Grammy como melhor vocalista de rock em 1985, e Janelle Sadler, ex-backing vocal do grupo Kansas.
Os atuais Papas são David Backer, que já se apresentou ao lado de Robert Plant, e Mark Willianson, ex-backing vocal dos cantores Elton John, Stevie Wonder, Briam Adams e Natalie Cole. Esta é a mesma formação que se apresentou pela última vez no Brasil em 1999, e é dirigida musicalmente por John Kito, tecladista da banda original. É esperar pra ver. Depois dos The Platters e Nazareth, o revival termina com papas e mamas.

terça-feira, outubro 28, 2008

NO SITIO DOS FRANÇA



A idéia partiu do Célio e do Léo e Cléber ofereceu o sítio. Foi tudo em cima da hora, e também tive que acordar cedo no domingo para ir até ao local. A turma não tava completa. Portanto, teremos que retornar ao local de forma mais organizada com todo mundo junto. O bom é que agora sabemos as coisas que devemos levar e nos organizar. Faremos uma prévia na sexta, com o jornalismo da RIC, no bar Escritório.

ACARMÔ?

Acarmô?!... Essa é de mineiro!!!



Numa estradinha, o mineiro dono de um alambique, entra na traseira de uma BMW novinha em folha.
O dono da BMW sai que é uma fera em cima do mineiro, que diz:
Carma moço tudo se resorve....
Resolve nada seu *&¨%$#!)(*+#$% !!!!'
Carma...toma uma aqui da minha fazenda...é da boa que o sinhô vai si acarmá...
O cara toma uma.
Acarmô?'
Acalmei nada!!!
Então toma mais uma...
E assim foi, depois de uma meia dúzia o mineiro:
Acarmô?
Sim, agora sim!
Intão agora nóis vamu sentá aqui i chamá a polícia pra fazê o tar di bafômetro i vê quem tá errado!

(colaboração da Carol Rocha)

sábado, outubro 25, 2008

LUKAS

MAMBEMBE


Um tributo aos artistas latino-americanos

UM QUE TENHA

Adeus?
.
Assim como ocorreu com o Som Barato, o Um Que Tenha acaba de receber uma notificação de que publicou material que viola os direitos autorais, material este que foi retirado do ar, em junho passado, a pedido de Guilherme Viotti, da gravadora Biscoito Fino. Tal como ocorreu com o Som Barato, é o prenúncio de que, de uma hora para outra, o blog será retirado do ar.
Portanto, antes que isso aconteça, faço questão de agradecer aos colaboradores do blog - foi uma viagem fascinante, tenham certeza - e a todos que nos visitam, criticam, sugerem e, enfim, amam ou odeiam o Um Que Tenha, mas estão sempre presentes. Continuamos enquanto for possível, mas, como nuvens negras se aproximam, adiantamos um caloroso abraço a todos e a gente se vê por aí.

Nota do garçon - O <span style="font-weight:bold;">UM QUE TENHA é o maior blog de resgate, divulgação e preservação da MPB.

quinta-feira, outubro 23, 2008

TAXI PRA BAHIA - HYLDON



Sabe quem visitou esse vídeo do Bar do Bulga? Ele mesmo, o próprio Hyldon. E gostou.

UMAS E OUTRAS

NOCA
Muita gente que esteve e não esteve na Casa do Noca na semana passada deixou recados por aqui.

ELVIO
Esse freqüenta o bar de qualquer ponto do planeta. Se por aqui estivesse, estaria na Casa do Noca.

ENTÃO...
Não deu pra chamar todo mundo, pois a Casa do Noca não caberia o turbilhão de amigos do Lukas e da Isa

PRÓXIMA
Será em um clube.

HAROLD LLOYD
Luiz Modesto achou maravilhoso o vídeo do gênio do cinema mudo. Confira o vídeo lá embaixo.

QUEM?
Lloyd foi o terceiro gênio do cinema mudo. Fica ao lado de Chaplin e Buster Keaton.

AMIZADE
Nossos vídeos disponíveis em http://www.youtube.com/bardobulga tem sido muito visitados. Quem esteve por lá foi a Veralucy que adorou o clip da música Jesus Numa Moto

DISSE
Adorei a sua criação visual para a música nova do Sá,Rodrix e Guarabyra-Jesus Numa Moto.Estive no show "Outra Vez Na Estrada" há um tempinho atrás, no Canecão (R.J.) e também nos camarins e ri muito com o Zé.


KAMAKAWIWO
O nosso primeiro vídeo postado, sobre o cantor Izrael Kamakawiwo, está chegando a duzentas mil visitas!

FANTASTICO
Esse vídeo é a abertura do programa de 1973. O pessoal ri da coreografia e da música do “show da vida” que fala “Sexo, sem ele o mundo não cresce”

ANDRÉIA
Outra visita no Bar do Bulga foi a da Andréia, da cidade de Poá, RS

E DIZ
Entrei no seu blog pois estava procurando a Música "um tempo que passou" do Chico. Acabei ficando...
Crônica fresquinha do amigo Dirceu Herrero diretamente para o nosso boteco!

Paciência

Cruzo a entrada do campo santo como se ela fosse uma passagem de volta ao passado. Os cemitérios devem ser os únicos lugares onde o tempo parece não ter importância. Um dia, não tive pressa e sinto saudades desta época feliz de minha vida. Passos lentos, observo a “última morada” de muitos e vou assimilando lições de vida. Um dia, os habitantes dali já tiveram pressa.

O céu nublado prenuncia chuva. Acendo as velas com dificuldade devido ao vento frio e constante da manhã. O fogo se alimenta do oxigênio. Mas, este em movimento, dificulta o trabalho de quem está disposto a velar uma alma.

Missão cumprida, sento-me no túmulo em frente e observo as velas acesas. Meus olhos variam. Ora fitam a viúva, que tira algumas pequenas sujeiras do túmulo; ora encaram com sincera emoção a foto sob a lápide, e ora miram as chamas das velas.

A cera, derretendo, se derrama sobre a vela como as lavas de um vulcão. Enquanto desce até o chão, vai perdendo a temperatura e a velocidade. Sem calor e sem energia, ela pára, deixando atrás de si desenhos, formas indefinidas.

A chama das velas queima devagar. Com calma, o que me faz pensar que isto a torna mais digna. Creio que as pessoas que não têm pressa também têm mais dignidade. É como se resistissem à filosofia da vida moderna, que condena a paciência, a reflexão e a contemplação, como se estas fossem sinônimos de improdutividade.

O tempo é mais condescendente com os pacientes. Para eles, a vida não passa tão rápida. É como se estas pessoas promovessem uma rebelião, enfrentando o tempo e não se deixando dominar por ele. Talvez sofram menos porque a natureza costuma ser mais cruel com os fracos.

Uma formiga sobe pelo túmulo, próximo das velas. Um sopro de vento muda a chama pro lado do pequeno inseto. Ele cai. Mas não morre. Caminha na direção contrária.

Aguardo a vela queimar totalmente. Uma forma de respeito à memória da alma que um dia emprestou o corpo que se encontra naquele túmulo. Uma homenagem a quem eternamente chamarei de pai.

Penso na vida. Em como mudamos com o passar dos anos. Das décadas. Eu gostava de mostrar minha independência paterna, contrariando as vontades de meu pai – invariavelmente diferentes das minhas. Já fui daqueles que não dão a mínima para cemitérios e muito menos para me barbear.

Mas, hoje, fiz a barba pensando no velho e em como ia gostar de me ver barbeado. Quanto mais o tempo passa, mais me aproximo de suas convicções. Até mesmo de suas manias. Seria uma forma de matar a saudade? De me parecer mais com ele? Ou será que estou amadurecendo?

Penso em uma última hipótese. Ela me agrada. Esta semelhança que se acentua é uma forma de nos eternizar. De enfrentar e de respeitar o tempo. De dizer a ele: você passou, mas nós continuaremos para sempre, em nossos gestos, em nossos rituais. Sem pressa.

A espera, acompanhada de ação, é uma virtude.

Sábado, 19 de outubro de 2008

HAROLD LLOYD - INESQUECIVEL

domingo, outubro 19, 2008

VIDEO DA CASA DO NOCA !!!



Lukas e Isa; Roberto de Paula e Simone Labegalini; Bulgarelli e Aninha; Dio e Vania; Claudio Viola; Josi Costa Costa e Elenir Maria e Walter Fernandes. Foi muito bom.

NA CASA DO NOCA

CASA DO LUKAS 18.10.98


Album de fotos da Casa do Noca.Lukas e Isa; Roberto de Paula e Simone Labegalini; Bulgarelli e Aninha; Dio e Vania; Claudio Viola; Josi Costa Costa e Elenir Maria e Walter Fernandes.
Daqui a pouco estará disponível o vídeo com os melhores momentos do encontro

quinta-feira, outubro 16, 2008

terça-feira, outubro 14, 2008

segunda-feira, outubro 13, 2008

PARÁBOLA

Certa vez quatro meninos foram ao campo e, por 100 reais, compraram o burro de um velho camponês. O homem combinou entregar-lhes o animal no dia seguinte.
Mas quando eles voltaram para levar o burro, o camponês lhes disse:
- Sinto muito, amigos, mas tenho uma má notícia. O burro morreu.
- Então devolva-nos o dinheiro!
- Não posso, já o gastei todo.
- Então, de qualquer forma, queremos o burro.
- E para que o querem? O que vão fazer com ele?
- Nós vamos rifá-lo.
- Estão loucos? Como vão rifar um burro morto?
- Obviamente, não vamos dizer a ninguém que ele está morto.
Um mês depois, o camponês se encontrou novamente com os quatro garotos e lhes perguntou:
- E então, o que aconteceu com o burro?
- Como lhe dissemos, o rifamos. Vendemos 500 números a 2 reais cada um e arrecadamos 1.000 reais.
- E ninguém se queixou?
- Só o ganhador. Porém lhe devolvemos os 2 reais e ficou tudo resolvido.

- Os quatro meninos cresceram e fundaram um banco chamado Opportunity, um outro Banco chamado Marka, uma igreja chamada Universal e o último tornou-se Ministro do Supremo Tribunal Federal.

sábado, outubro 11, 2008

ROCHINHA

 


Hoje é aniversário do Rochinha. Elvio Rocha é aguardado em Maringá até ao final do ano para uma visita básica
Posted by Picasa

JORGE MUNIZ



 



Querido Bulga,

É com muita tristeza que venho lhe dar a notícia do falecimento no nosso colega radialista Jorge Muniz, ontem em Petrópolis, aos 53 anos. Ele já tinha infartado há cerca de um ano mas desta vez não houve jeito. O enterro foi hoje às 11:30. Foi um grande privilégio ter trabalhado com ele naquele breve período em 1991. Que Deus console seus familiares e amigos.

Fábio Diniz de Moura.;



Em março de 1991 era inaugurada a 107 FM em Petrópolis. Fiz o máximo de notas possíveis para depois pegar um ônibus para o Rio de Janeiro devido a minha aula de pós-graduação. No meio do caminho, liguei o rádio só para escutar a potente voz do Jorge Muniz lendo as minhas notas! Além de locutor, ele era um bom cantor, muito conhecido pelas noites petropolitanas. Passarei o dia lembrando das nossas piadas, situações e da voz de Jorge Muniz.
Posted by Picasa


 

quarta-feira, outubro 08, 2008

UMAS E OUTRAS

ANDIE
Finalmente poderemos, em breve, ver os textos de Andye Iore em O Diário.

VAI?
Será a terceira vez que o rockabilly tenta passar pelas portas do prédio da avenida Mauá.

E...
Nas outras duas eu servi de intermediador, mas sempre esbarrava em alguma coisa.

MOTIVO
Ele deve ir para fazer um upgrade no caderno D+.

ENTÃO
Teremos o bom pop, o underground e a cultura alternativa pelas páginas.

GOOD
É uma boa noticias que se soma a boa cobertura do jornal nas eleições. O caderno de segunda feira estava muito bom.

LIMPEZA
Aliás, nada como uma vassoura nova para varrer bem a casa. O jornal, como um todo, está bem melhor.

VANTAGEM
O bom do Andye que ele ainda poderá quicar em outras editorias e se sair bem. Fez pelas cestas do meio da quadra na Gazeta do Povo e no Hoje Noticias.

ONTEM
Estive no Cesumar participando como jurado de um programa de auditório de rádio. Me diverti muito.


CULTURA
O prefeito Silvio Barros promete uma reforma no secretariado até janeiro. Mas uma secretária deve permanecer

FLOR DUARTE
Ela ainda tem muito o que fazer e o que melhorar, mas vamos ser justos: ela está fazendo uma boa gestão.

QUEM DIZ
Eu, Rachel Coelho e muitos produtores culturais de diferentes matizes.

DVD
Estou digitalizando o VHS ‘no limite da realidade’, a versão para o cinema da série Além da Imaginação.

RELIGIÃO
Esperava encontrar a versão em DVD, mas o jeito é partir para a conversão.

CHATO
E por falar em conversão, um visitante do blog (acredito que eu saiba quem é) me critica por agora estar trabalhando na tevê.


QUESTIONA
Se eu já não me converti.

RESPOSTA
Por enquanto continuo jornalista.
?
Devia perguntar isso para o Paulo Henrique Amorin ou para a estonteante Ana Rickman.

CONSTATAÇÃO
Parte do pessoal que visita os blogs é meio violenta e mal resolvida.

CURICULUM ORIGINAL ( E SINCERO!)

APRESENTAÇÃO PESSOAL

MEU NOME?

Lucas Lopes Batista – 23 anos.
Não vou colocar meu cpf porque agora virou moda pedir cpf, meu nome está no SPC, mas não é porque sou caloteiro é porque estou com um débito alto da faculdade e estou sem grana para pagar. Agora se vocês me derem a oportunidade de trabalho com certeza pagarei mais rápido.

ENDEREÇO?

Eu moro no bairro de Nazaré – Salvador/ Ba.
Não preciso mencionar a rua, pois acredito que no momento vocês não virão me visitar e nem me enviarão correspondências.

CONTATO

É, o telefone eu posso dar caso vocês queiram me ligar pra marcar uma entrevista. 3242-5486/ 8178-9515
Email: lukaolopes@gmail.com

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Estava cursando Produção Editorial na Hélio Rocha.
Tranquei por problemas técnicos (no bolso), pretendo resolver o mais rápido possível para voltar logo!

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

A minha é grande! (Para quem tem 23 anos)
Estagiei na Petrobrás Distribuidora S/A. em 2001.
Assim que sai de lá fui trabalhar numa locadora de filmes na graça.
Fiquei dois meses porque A Fórmula uma empresa maior (e melhor) me chamou, comecei lá em 2002 sai em 2005 foi a empresa que durei mais.
Era muito boa, lá eu aprendi melhor relacionamento humano, como lidar com colegas de trabalho, infelizmente o meu horário de trabalho estava atrapalhando na faculdade. (Uma pena, mas a fila anda).
Coincidiu que no mesmo mês a Atento (Vivo) me chamou e eram 6 horas, não atrapalhava na faculdade.
Achei que lá era o Paraíso Tropical, mas de Paraíso não tinha nada. Era um trabalho chato e estressante. (Eu sou agitado, apesar de não parecer) detesto ficar sentado muito tempo.
Depois de um ano quebrei as correntes da escravidão e fui pra uma locadora falida lá em Vilas do Atlântico (Vídeo Vilas).
Lá eram 5 horas e pagava legal, mas como felicidade de pobre dura pouco; eu tinha um chefe-infernal (Estilo Meryl Streep em “O Diabo Veste Prada”) agüentei seis meses e pedi pra sair. Depois de três meses na dança-do-desempregado fui dar aulas de informática no colégio Mundial (Vila Laura) lá era tudo ótimo, chefe, colegas, alunos, só que como nada é perfeito o salário não era lá uma Brastemp.
Quando estava me acostumado com o lugar, a empresa Politec que presta serviços pra Caixa me chamou pra seleção e blá, blá, blá.
O salário era melhor e como a grana fala mais alto (ou melhor gritaaaaa!) pedi pra sair do colégio com o broken heart, mas fazer o quê?
É a vida é bonita e é bonita...Viver e não ter a vergonha de ser feliz.
Agora estou aqui sendo sincero com vocês sabendo que meu New Currículo vai parar na próxima lixeira.


IDIOMA

Antes eu mentia colocando no currículo que tinha Inglês – fluente e Espanhol - básico
Tudo balela! Em Inglês, só sei What´s your name, How are you e etc.
Aliás, não sei pra que pedem inglês no currículo, sei da importância de possuir um Idioma e pretendo aprender o inglês e outra língua que puder, mas realmente inglês para exercer funções simples é desnecessário.


CURSOS

Tenho os básicos Telemarketing, Informática (já com Windows Vista), Atendimento a clientes e Vendas, Relacionamento Humano, Comédia Coorporativa.

TALENTOS

Não é querendo me gabar, mas é o que eu possuo de melhor, infelizmente nos cargos que ocupei não tive a oportunidade de mostrar meus talentos.
Só na A Fórmula que tive a oportunidade de organizar alguns eventos e mostrar um pouco minhas facetas.


Obs:
A iniciativa de criar este currículo foi para inovar, porque assim vocês ficam me conhecendo melhor e evitam o transtorno de me chamar para uma entrevista fazer eu gastar R$ 4,00 de transporte e me reprovarem numa dinâmica, poupa meu bolso e poupa o tempo de vocês.
E tem mais:
Este currículo é só para pessoas dinâmicas e com a cabeça aberta, se você for antiquado (a), museu, tiver alma de “velho” com certeza jogará este currículo na lixeira.
Mas estará perdendo a grande oportunidade de me conhecer!
Desde já agradeço a atenção!!!!!!!!!

segunda-feira, outubro 06, 2008

UMAS E OUTRAS

ANALISE
Vamos para um estudo sucinto sobre o resultado das eleições 2008 em Maringá.

SILVIO BARROS
Ele não ganhou sozinho. Na comissão de frente estão Ricardo Barros e Osmar Dias. E como mestre de bateria, Luiz Inácio Lula da Silva.

E SE...
Muitos não o consideravam o melhor candidato, pelo menos mostrou ser o mais inteligente.

ENIO VERRI
Já disseram no início da campanha: “Ênio Verri vestiu sua melhor roupa para ir a uma festa somente para dançar com a irmã”

NO FINAL
Nos últimos dias, ele levou um susto: contaram-lhe que era oposição e tinha chances de ir para o segundo turno.

QUINTEIRO
O candidato da terceira via (ou quarta?). Não importa a marcha, mas ficou em ponto morto justamente pela falta de debates, sua única chance de cruzar em primeiro na linha de chegada.

MAS
Atropelou João Ivo, que vinha na contra-mão.

FUTURO
João havia embarcado na egotrip do PMDB por falta de espaço no PT. Esse último por sinal, se livrou dos incômodos militantes radicais que haviam se mudado para o PSTU e o PSOL.

E...
Ao se livrar dos radicais acabou se livrando da militância.

JOÃO
Muito longe do segundo turno, poderia ainda sonhar numa aproximação com Enio. Aliás, foi o Verri que abonou sua ficha no PT.

AGORA
Sem PMDB e sem PT, João, para onde?

DR BATISTA
Com o fim das eleições, deveria reunir todo o partido e perguntar: quem não votou em mim é aquele que tá com a mão amarela!

ANA
Pagamunici teve o mérito de mostrar que o PSTU não é apenas um partido que surgia entre os estudantes da UEM cuja diretoria se dissolvia depois da formatura.


ROMANCINI
Recebeu pouco mais de 200 votos. Falta muito ainda para conseguir ganhar as eleições no DCE da UEM.

sábado, outubro 04, 2008

AVISOS PAROQUIAIS


Santa inocencia, ingenuidade ou criatividade?
São avisos fixados nas portas de igrejas, todos reais, escritos com muito boa vontade e muito má redação.


 Para todos os que tenham filhos e não o saibam, temos na paróquia uma área especial para crianças.

 Quinta feira que vem, às cinco da tarde, haverá uma reunião do grupo de mães. Todas as senhoras que desejem formar parte das mães, devem dirigir-se ao escritório do pároco.

As reuniões do grupo de recuperação da auto-confiança são nas sextas-feiras, às oito da noite. Por favor, entrem pela porta traseira.


Na sexta feira às sete, os meninos do Oratório farão uma representação da obra “Hamlet” de Shakespeare, no salão da igreja. Toda a comunidade está convidada para tomar parte nesta tragédia.

Prezadas senhoras, não esqueçam a próxima venda para beneficência. É uma boa ocasião para se livrar das coisas inúteis que há na sua casa. Tragam os seus maridos!

 Assunto da catequese de hoje: “Jesus caminha sobre as águas”
 Assunto da catequese de amanhã: “Em busca de Jesus”

O coro dos maiores de sessenta anos vai ser suspenso durante o verão, com o agradecimento de toda a paróquia.

Lembrem em suas orações de todos os desesperados e cansados da nossa paróquia.
O mês de novembro finalizará com uma missa cantada por todos os defuntos da paróquia.

 vO torneio de basquete das paróquias vai continuar com o jogo da próxima quarta-feira.
 Venham nos aplaudir, vamos tentar derrotar o Cristo Rei!

 O preço do curso sobre “Oração e jejum” inclui as comidas.

Por favor, coloquem suas esmolas no envelope, junto com os defuntos que desejem que sejam lembrados.

 Na próxima terça-feira à noite haverá uma feijoada no salão paroquial.
 A seguir, terá lugar um concerto.

 Lembrem-se que quinta-feira começará a catequese para meninos e meninas de ambos sexos.

sexta-feira, outubro 03, 2008

SOBRE GIRASSÓIS

Um anônimo deixou um comentário sobre a sua postagem "OS GIRASSOIS DA RUSSIA (CENA FINAL)":

Belo, Bulga. Faz uns duzentos anos, final da década de 60, provavelmente, que vi este filme no Cine Plaza. E o revi somente uma vez não sei quando, mas nos anos 80, quando começou a sair os VHS.
Mas o que vale é a primeira impressão: fiquei besta com a leveza e simplicidade com que De Sica trata a separação de duas pessoas que se gostam, a fidelidade da dona em procurar o camarada, a inevitalidade dos caminhos que se bifurcam (como diria Borges), e, doendo ou não no peito, a vida continua.
De Sica trata assuntos complexos e dolorosos de uma forma tão suave que torna a compreensão acessível para qualquer um. Coisa que o Tornatore pegou. E o Scola também - só que este pega mais pesado.
Tem outro filme da dupla Marcelo-Sofia muito bonito, chamado Una Giornata Particolare, ou algo parecido, desde já me desculpe o italiano que foi escrito (provalmente é diferente). Não me lembro como foi traduzido em português, acho que Um dia Especial, coisa assim.
É sobre um dia em que Mussolini vai fazer um discurso e a cidade de Roma toda corre para ver. Menos uma dona oprimida, que tem que lavar a roupa e outras coisas. Ou seja, ela é uma menos-pessoa. E também fica encolhido em seu canto um homossexual interpretado pelo teu xará Mastroiani. Os dois dão um show. E como nos Girassóis, no final, cada um vai para seu lado. Mas também ao contrário de Girassóis, pelo menos eles saem menos arrebentados do encontro. Na realidade, saem maiores.
Filmes italianos. Fazem uma falta estes diretores magníficos.

Em tempo: o filme que tenho em VHS acabei de passar para DVD