sexta-feira, novembro 30, 2007

OS SALTIMBANCOS EM MARINGÁ

Neste fim de semana teremos apresentação de 'Os Saltimbancos' em Maringá. peça de Sérgio Bardotti e Luís Enríquez Bacalov com música eternizada por Chico Buarque.
Apresentações nesta sexta, sábado e domingo, sempre às 20 horas, em Maringá. Os ingressos custam R$ 5 (inteira) e R$ 3 (meia).
Me lembro dos meus 13 anos quando minha mãe e meu irmão (que é fã de Chico Buarque até hoje) me levaram ao Canecão para assistir o espetáculo com Nara Leão, Miúcha , Grande Otelo e outros, em 1977. O Canecão pela primeira vez substituiu o chope pelo refrigerante. Nos bastidores ainda tive a oportunidade de conhecer Silvia Buarque, futura senhora Brown. Acho que foi a primeira vez que fui numa casa de shows na minha vida. Lembro que o som estava muito ruim e quase não se entendia o que o Grande Otelo falava. Meu vizinho, o Júnior, tinha o LP que está comigo até hoje. Ah, sobre o Grande Otelo tenho uma outra passagem que outro dia ainda vou escrever...

GENTE FINA

O PARAFUSO CERTO

O vaso sanitário do banheiro social entupiu e estamos para receber visitas neste final de semana. O jeito foi chamar um profissional. Assim que ele chegou perguntamos logo o valor do serviço.
- É 80 reais
- Quê?
- Posso fazer por R$70.
- Muito caro. Cinquenta e tamos fechados?
- Ok

Em cinco minutos ele desentupiu o vaso usando um equipamento especial. Parece que o serviço foi caro, mas isso me faz lembrar a história do parafuso certo.

Era uma vez um especialista que foi chamado para solucionar um problema com um computador de grande porte e altamente complexo… Um computador de R$ 12 milhões.
Sentado em frente ao monitor, pressionou algumas teclas, balançou a cabeça, murmurou algo para si mesmo e desligou o computador. Tirou uma chave de fenda de seu bolso e deu volta e meia em um minúsculo parafuso. Então, ligou o computador e verificou que tudo estava funcionando perfeitamente.
O presidente da empresa se mostrou surpreendido e ofereceu pagar a conta no mesmo instante:
__ Quanto lhe devo? - perguntou.
__ São R$ 1 mil, por favor.
__ R$ 1 mil? Por alguns minutos de trabalho? Por apertar um parafuso? Eu sei que meu computador vale R$ 12 milhões, mas R$ 1 mil é um valor absurdo! Pagarei somente se receber uma nota fiscal com todos os detalhes que justifique tal valor.
O especialista balançou a cabeça e saiu.
Na manhã seguinte, o presidente recebeu a nota fiscal, leu com cuidado, balançou a cabeça e saiu para pagá-la no mesmo instante sem reclamar.
A nota fiscal dizia:
Serviços prestados:
Apertar um parafuso……………….. R$ 1,00
Saber qual parafuso apertar………R$ 999,00

quinta-feira, novembro 29, 2007

I GOT A NAME







































Jim Croce! Não nego, mais gosto muito de folk-rock desde meus 15 anos quando comecei a colecionar os discos de Simon & Garfunkel.
Eu já conhecia de ouvido a música de Croce, sobretudo I Got a Name encontrada no filme Tempestade de Gelo.
Depois, parti para os sebos de Maringá e arrebatei uma coletânea do bigodudo. O cara morreu aos 30 anos, vítima de um acidente de avião.

AOS BICHO GRILOS DE PLANTÃO


Há uns anos eu comprei finalmente o DVD Hair por R$ 29,99. Agora, o mesmo DVD está nas Lojas Americanas por módicos R$ 12,99. É pra matar. Taí a dica pra presente de Natal. A trilha eu tinha em vinil e puxei a versão CD em MP3 da internet.

ESSES MINEIROS...

Declaração para os meus amigos
(de forma bem mineira)

Ces são o colírio do meu ôiu.
São o chiclete garrado na minha carça dins.
São a maionese do meu pão.
São o cisco no meu ôiu (o ôtro oiu - eu tenho dois).
O limão da minha caipirinha.
O rechei do meu biscoito.
A masstumate do meu macarrão.
A pincumel do meu buteco.

Nossinhora!
Gosto dimais da conta docêis, uai.

Ces são tamém:
O videperfume da minha pintiadêra.
O dentifriço da minha iscovdidente.

Óiproceisvê,
quem tem amigos assim, tem um tisôru!

Eu guárdesse tisouro, com todo carinho,
Do Lado Esquerdupeito !!!
Dentro do Meu Coração!!!

AMOOCÊIS PADANÁ!!!

terça-feira, novembro 27, 2007

CADÊ A RECORD NEWS?

Há umas três semanas assistia a Record News no canal 23 da Net (serviço de tv a cabo das organizações Globo). Para minha surpresa, a Net tirou a emissora do ar e colocou no canal 23 a Rede Vida. Cadê a Record News? Enfim, localizei a emissora no canal 100, com péssima imagem. E volto a perguntar: o que houve?

ENCONTRO DE CARROS ANTIGOS


ENCONTRO DE CARROS ANTIGOS
No próximo fim de semana, sábado e domingo (1 e 2 de dezembro), será realizado o 6º Encontro de Veículos Antigos de Nova Esperança nos dias 1 e 2 de dezembro. Serão expostos carros, pick-ups, caminhões e hot´s. A promoção é do Clube dos Amigos R eliqueiros do Norooeste do Paraná e Mato Grosso do Sul. No ano passado o encontro reuniu 250 automóveis. O evento começa no sábado a partir das 12h em frente ao Estádio Municipal (Av Governador Bento Munhoz da Rocha, 22).

Programação

Sábado
12h - Recepção aos reliqueiros
20h - Jantar livre

Domingo
8h - Café da manhã
11h30 - Almoço dos Reliqueiros (grátis para o motorista)
13h30 - Foto oficial do encontro
14h30 - Entrega de troféus
15h - Carreata de carros antigos pelo centro da cidade

Mais informações pelo telefone (44) 3252 4464 com Jean Flávio Zanchetti.

TESTE DA PRÉ-ESCOLA

Para qual lado o ônibus abaixo está indo?
Para a esquerda ou para a direita?

Não consegue descobrir?
Olhe para a foto atentamente de novo.




Ainda não sabe?

Essa pergunta foi feita a crianças de pré-escolas com essa mesma foto.
90% delas deram essa resposta.
"Ônibus está indo para a esquerda."

Quando perguntadas, "Porque você acha que o ônibus está indo para a esquerda?"

Elas responderam:

"Porque você não pode ver a porta pra entrar no ônibus."

Discovery poderá ser processado

Após ter transmitido uma reportagem sobre Nommé Dede, o «homem-árvore», o Discovery Channel poderá vir a sofrer um processo em tribunal, já que a ministra da Saúde e o governo da Indonésia acusam a emissora de ter explorado a imagem do portador de uma doença raríssima, que apresenta várias verrugas no corpo, sendo as das mãos e dos pés semelhantes a raízes de árvores. Leia mais AQUI

segunda-feira, novembro 26, 2007

TÁ PENSANDO QUE SOU LOKI?

Sou um sujeito com muita sorte. Nos últimos sete dias ganhei três automóveis, um apartamento na praia e inúmero eletrodomésticos. O último premio fiquei sabendo hoje, numa mensagem do celular. Ganhei um Peugeut do SBT, Programa do Gugu. Para ganhar basta eu ligar para um telefone fixo (são vários números) para receber instruções. Não sei o que está acontecendo comigo, mas é muita sorte. E olha que eu não assisto o SBT e odeio esses programas de Gugu. Amanhã, quando ligar o celular, tenho certeza que vou ganhar mais prêmios. Meu vizinho também é tão sortudo como eu, mas faz um mês que ele está esperando os prêmios apesar de ter ligado para os número indicados.Eu, por enquanto, estou tranqüilo na espera dos meus. Você também quer participar?

GILSON E O TRABALHO AOS DOMINGOS

O comentarista Gilson Aguiar da CBN Maringá defende a abertura do comércio aos domingos. Segundo ele, a abertura "é uma oportunidade para as empresas". Diz que isso vai gerar "novos empregos". Diz que a concorrência é fundamental e que a exploração da mão de obra é coisa de sindicatos retrógrados. Pensando assim, ele também deve ser a favor do fim do monopólio da TCCC, a empresa que explora o sistema de transporte público em Maringá e que não divide nenhuma fatia do bolo.
Ouça o Gilson AQUI

JESUS NUMA MOTO

Atendendo a pedidos, eis o link para o post Jesus Numa Moto. A primeira produção do Bar do Bulga, realizada no ano passado.
Bar do Bulga desde setembro de 2005: JESUS NUMA MOTO

BARSETTI

 


Reencontrei hoje o velho amigo Silvio Barsetti via MSN. Ao mesmo tempo achei essa foto em meus arquivos. Deve ter sido tirada em 1986 no pátio da Faculdade Hélio Alonso (RJ). Apesar das camisas serem iguais, não usávamos uniforme.
Posted by Picasa

PELOS RESTAURANTES

Maringá tem muitos restaurantes, mas a escolha ainda é difícil. Tentamos elencar o que há de mais interessante por onde andamos.

Comida Japonesa - Sushi Garden - É a sensação do momento. Sushi e sashimi e outros quitutes japoneses por quilo nos finais de semana. Destaque para o sushi de morango. E não é que fica bom?

Comida Portuguesa - Uma Casa Portuguesa - O bacalhau que mereceu destaque na revista Quatro Rodas. Continua delicioso, mas a impressão é de que o preço aumentou e o tamanho diminuiu.

Comida Árabe - Monte Líbano - O ambiente é agradável mas a comida é muito trivial, sempre aquela mesma coisa. Pra lá de Bagdá.

Comida Natural - O melhor restaurante continua sendo o da Santos Dummont, o adventista em frente a antiga HM. A comida caseira é deliciosa. Destaque também para o novo natural inaugurado na avenida Cerro Azul, onde existia um fast food de esfirras. Além da comida natural, tem alguma coisa da culinária de Taiwan.

Comida caseira - Todos falam do Panela Velha. Ainda tenho que ir lá.

Pizzaria - Já falamos disso por aqui. Quem gosta de massa fina, a Trattoria em frente ao Ginásio Valdir Pinheiro. A Oppa (Cerro Azul) também tem pizzas honestas.

Nordestina - Nada de especial, mas o Guará (Av Humaitá) é uma opção, apesar do local ser mais um bar do que restaurante. Por isso, a música de barzinho pode irritar.

Chopperia - Estou procurando uma que não seja a Estação 44 (que apesar do bom chopp, fica em um shopping).

Bares - Qualquer um que não toque sertanejo ou com um cara que grita ao invés de cantar. E que também não tenha homens bêbados imbecis e mulheres histéricas pedindo para tocar 'Dona' ou 'Sobradinho'. Se eu ouvir isso de novo, vou ligar pro Ecad.

MENTE QUEM DIZ QUE A LUA É VELHA

 


foto tremida de uma lua tão bela. Jardim Novo Horizonte, noite do dia 25 de novembro de 2007.
Posted by Picasa

OS 10 MAIS DA VIDEOTECA

Dando uma geral na minha videoteca tentei elencar os 10 filmes que mais gosto e disponíveis aqui em casa. Na verdade, tinha que ser uns 100, mas o meu critério não deveria passar de 10. E assim ficou:
1) Amarcord - Federico Fellini
2) Paris, Texas - Wim Wenders
3) A Fraternidade é Vermelha - Kieslowski
4) Era Uma Vez no Oeste - Sergio Leone
5) Janela Indiscreta - Hitchcock
6) Laranja Mecânica - Kubrick
7) O Ilusionista - Freek de Jonge (Holanda, inédito em DVD)
8) Paisagem na Neblina - Theo Angelopoulos (Grécia, inédito em DVD)
9) Profissão Repórter - Antonioni
10) Dersu Uzala - Kurosawa


Depois coloco os outros 10 maiores cults.

domingo, novembro 25, 2007

O MESSIAS ESTÁ CHEGANDO...

Lendo o blog do jornalista Messias Mendes me lembrei de certa vez quando me pediram para terminar um editorial para a abertura do programa na antiga CBN Maringá. Era época de Natal e alguem tinha iniciado o editorial falando de Jesus. A última frase estava mais ou menos assim: "O Messias é tudo que precisamos nos dias de hoje. O Messias está chegando. É o filho de Deus". E eu completei: "Ele também é o presidente do Sindicato dos Jornalistas de Maringá".

sábado, novembro 24, 2007

PENSAMENTO DO DIA

"A mais tola das virtudes é a idade.
Que significa ter quinze, dezessete, dezoito ou vinte anos?
Há pulhas, há imbecis, há santos,
há gênios de todas as idades."

Nelson Rodrigues

O POETA DA VILA


Vamos conferir pra ver se está na altura de Noel. Somente um filme desse para fazer com que eu vá aos cineminhas de shopping.
Sinopse: Aos 17 anos Noel Rosa (Rafael Raposo) é um jovem engraçado, que possui um defeito no queixo e gosta de improvisar quadras debochadas para os amigos. Noel estuda medicina e toca numa banda regional, com outros garotos do bairro. Noel gosta da companhia de operários, negros favelados e prostitutas, com quem rapidamente faz amizade. Até que um dia conhece Ismael Silva (Flávio Bauraqui), compositor que o desafia a compôr um samba. Noel usa uma paródia ao Hino Nacional para compôr "Com Que Roupa?", que faz grande sucesso nas rádios de todo país. A partir de então ele se dedica de vez ao mundo do samba, mudando a história da música popular brasileira.

PENSAMENTO DO DIA

"Si llego a mi destino ahora mismo,
lo aceptaré con alegría,
y si no llego hasta que transcurran diez millones de años,
esperaré alegremente también"

Walt Whitman

OS PRÉ CANDIDATOS

Nossos pré-candidatos no Orkut. Existem várias comunidades tipo: “Eu votei em”, “Eu odeio” ... Aqui o critério foi apenas mostrar as comunidades direcionadas aos nomes dos candidatos à Prefeitura de Maringá de acordo com o sistema de busca do Orkut. As informações abaixo estão de acordo com o que aparece nas comunidades. Abaixo dos nomes, os links.

Silvio Barros prefeito
http://www.orkut.com/UniversalSearch.aspx?searchFor=C&q=silvio+barros
descrição:
Comunidade para pessoas que admiram o trabalho e o caráter de Silvio Barros.

dono: Rodrigo Matsuda Fernandez

criado em: 22 de outubro de 2006

membros: 13


João Ivo Caleffi - Dep.Federal
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=19285920

descrição:
Esta comunidade é destinada a todos os que acompanharam o trabalho de João Ivo na prefeitura de Maringá, que ajudaram na sua campanha e que queiram contribuir para elegê-lo Deputado Federal.
Não é destinada a discutir temas que não sejam pertinentes a sua campanha, portanto, recados ou tópicos ofensivos serão excluídos pelo moderador.
Este espaço é simplesmente uma manifestação de apoio daqueles que admiram e apoiam o João Ivo e um lugar onde todos poderão opinar e sugerir o que quiserem para o candidato. Quem sabe fazemos a comu chegar até ele??.

dono: rodrigo fontes

criado em: 22 de agosto de 2006

membros: 9



Ênio Verri
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=14502442
SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO DO ESTADO DO PARANÁ.

dono: Amauri Jose Pereira da Silva

criado em: 31 de maio de 2006

membros: 65


Wilson Quinteiro

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=8720221

descrição: Líder estudantil, presidente do Centro Acadêmico do curso de Direito da UEM e do DCE nos anos de 1990 a 1993; Presidente da Associação de Defesa do Consumidor de Maringá, ADECOM; Foi presidente da Comissão de Justiça e Direitos Humanos da OAB, Subseção de Maringá; Ministra cursos em escolas e universidades com temas relacionados à Probidade Administrativa; Responsabilidade Fiscal; Estatuto da Cidade; Direitos do Consumidor; Planejamento Urbanístico, dentre outros temas;

Escritor do livro “Ex-Presos Políticos, O Direito à Indenização Perdura!” além de duas obras publicadas em 2004 com temas relacionados a Dano Moral nas Relações de Consumo e Estatuto da Cidade; Atuou na imprensa como apresentador do programa “Tribuna Livre” na TV e também no rádio, onde discutiu com a comunidade os problemas e soluções para o município de Maringá; Em 2006 foi eleito 1º Suplente de Deputado Estadual do Paraná pelo PSB com 24.307 votos.

dono: Vitor Colli .
criado em: 17 de fevereiro de 2006
membros: 107

sexta-feira, novembro 23, 2007

PENSAMENTO DO DIA

Ser mineiro é dormir no chão para não cair da cama. Mineiro não dá ponto sem nó. Não conversa, confabula. Não combina, conspira. Não se vinga... Ser mineiro é dizer "uai", é ser diferente, é ter marca registrada, é ter história.

Fernando Sabino

É MELHOR PARAR DE BEBER


Acho que sou louco. Ao mesmo temo estou lendo um artigo sobre o filme “Madre Joana dos Anjos”, de Jerzy Kawalerowicz (assinado pelo Paulo Campagnolo) estou ouvindo Teresa Salgueiro & Lusitânia Ensemble, estou puxando um disco de Martinho da Vila e enquanto isso assisto de soslaio Halloween 2, pós Bob Dylan. Tudo junto com uma Antarctica. Depois devo encarar um John Ford em "O Céu Mandou Alguém".
Sobre Madre Joana dos Anjos (foto), lembro que o filme é cartaz do Projeto Um Outro Olhar deste sábado, às 20 horas, no Centro de Convenções do Aspen Park de Maringá.

A VELHA RODOVIÁRIA

Venho de uma cidade histórica (Petrópolis) e por lá muitos prédios do patrimônio cultural já foram demolidos. Não é a toa que me envolvo na proteção do patrimonio histórico de Maringá que acaba de completar seus 60 aninhos. A polêmica gira entorno da velha rodoviária Américo Dias Ferraz construída na década de 60. Pessoalmente, acho que a fachada pelo menos poderia ser preservada. Agora existe no orkut uma comunidade dedicada ao assunto. Chama-se 'SALVEM a Velha Rodô Maringá!!!'
li no blog do Messias que ela foi criada por José Carlos Cecilio (jccecilio@ig.com.br), um maringaense que mora em São Paulo. Ele explica na comunidade:
O prédio da antiga Rodoviária de Maringá precisa ser preservado!
- Restauração já!!!
- Manter os Arcos, fachada original
- Criar ali um Centro Cultural com teatro, MUSEU DA CIDADE, Museu dos Transportes, oficinas de arte e cultura
- Aproveitar os lojistas para atividades como artesanatos, livrarias, lanchonetes. nao deixe este monumento virar um shopping ou condominio vertical.
A cidade vai ficar sem este ICONE???

Acesse a comunidade AQUI

PÉROLAS DO ENEM

Acabo de receber pelos Correios o jornal Poiesis editado pelo amigo mineiro Camilo Mota (leia a edição on line AQUI
Um dos artigos que mais me chamou a atenção é o assinado pelo Rubens da Cunha, "Pérolas do Preconceito". Fala daqueles e-mails que recebemos sobre "pérolas do Enem" ou "Pérolas do vestibular" e que o Jô Soares adora abrir o seu programa para deleite da classe média paulistana. Eis o texto na íntegra.
Crônica

Pérolas do preconceito

Rubens da Cunha, escritor
rubensdacunha@hotmail.com


O humor é uma arte de resistência. Muitos defendem que o humor não pode ter limites. Pessoalmente, sou bastante libertário neste assunto, acho que o humor pode muito, mas não pode tudo.
Recebi alguns e-mails com o título de “Pérolas do Enem”. O Enem é o Exame Nacional do Ensino Médio, uma prova que o Ministério da Educação aplica para diagnosticar a educação brasileira. Algumas incorreções, sobretudo gramaticais, viram peças de humor, não apenas de internautas, mas de gente como Jô Soares, que já abriu o programa diversas vezes com as “pérolas” dos alunos.
Não consigo rir. Acredito que, nesse assunto, o humor atravessou a fronteira do bom senso. Para mim, o humor só é válido quando a “vítima” ri de si, ou, mesmo que não goste, sabe exatamente por que estão escrachando seu comportamento. Acho difícil que alguém que tenha escrito “O serumano no mesmo tempo que constrói também destrói, pois nos temos que nos unir para realizarmos parcerias” consiga rir de suas inadequações, tanto gramaticais quanto de coerência.
É neste ponto que o humor deixa de ser uma peça de resistência e passa a ser instrumento da opressão. Meia dúzia de pretensos donos da língua pegam frases descontextualizadas e humilham aqueles que não têm domínio sobre a norma culta. Humilhação pura e simples. Afinal, os estudantes que prestaram o exame não são celebridades fajutas, nem políticos fanfarrões nem novos-ricos ridículos. São pessoas que, de uma forma ou outra, estão se expressando como podem, e se escrevem “errado” (bem entre aspas, mesmo) é muito mais por culpa de um sistema educacional excludente e indiferente do que por falta de interesse ou coisa que o valha.
Rir da ignorância gramatical alheia é reforçar ainda mais o abismo social que separa as classes sociais deste País, é reforçar toda uma estrutura político, social, ideológica que permanece no poder. A cada gargalhada que a platéia do Jô Soares dá quando ele repete as frases do Enem; a cada e-mail transmitido com as “pérolas” e com os comentários infames dos “sabedores da língua” (bem entre aspas, mesmo), aumenta mais a exclusão e, principalmente, diminui a força do humor como arte, pois ele passa a servir para uma minoria se divertir, quando a maioria segue seu próprio rumo, virando-se num analfabetismo funcional, que tem lá o seu próprio humor.
Normalmente, quem usa o “não-saber” do outro para rir e sentir-se superior tem a certeza de que a sua inteligência nunca vai ser questionada. Pura balela. Na mesma proporção que alguém tece um comentário torpe sobre a ignorância alheia, pode receber de volta um comentário torpe sobre a própria ignorância. O humor é uma estrada perigosa. Num dia você atropela, no outro é atropelado. Rir daquilo que o outro não sabe é fácil. Quero ver é rir daquilo que você mesmo não sabe, rir da própria ignorância. E isso, os que organizam e repassam as “peroras do Enem”, parecem não conseguir.

JOGO DO BEBUM


Muito legal o joguinho do bebum. Acesse o link abaixo, espere carregar e tente equilibrar o bêbado até em casa!



http://mcszone.sites.uol.com.br/jogos_dobebado.htm

BOB DYLAN POR R$6,90


Uma das maiores vantagens de morar em Maringá é poder comprar CDs e DVDs originais por preços pra lá de baixos. Comprei agora a pouco 'No Direction Home Bob Dylan', documentário (DVD duplo) de Martin Scorsese. Paguei exatos R$6,90. Quem vasculha lojas e supermercados encontra coisa muito boa. Graças a Deus os maringaenses odeiam música. É por isso que os shows de Rick e Renner estão sempre lotados.

NETIQUETA

É sempre um prazer ler e-mails, mas tenho recebido uma série de textos messiânicos junto com arquivos grandes (principalmente em power-point) que chegam a irritar. Tem aqueles com aquela musiquinha de fundo, mensagens evangélicas, que Deus é isso e aquilo. É uma tentativa desesperada de tentar converter todo mundo. Pior são aquelas mensagens apocalípticas dizendo que se você não repassar o texto para outras dez pessoas, um meteoro vai cair na sua cabeça. Com todo o respeito, mas acho que Deus não tem tempo para se preocupar com meteoros na cabeça do Bulga e nem eu vou ficando para o céu esperando tal desgraça. A pessoa que faz isso deve perceber que além de ficar com fama de chata, acaba entrando para o time dos que não respeitam o espaço dos outros. Falta de etiqueta no mundo da net. E a minha lixeira vai ficando cheia. O jeito foi criar duas contas, uma para o Bar do Bulga e outra somente para assuntos profissionais. E por favor: repassem essa mensagem para dez pessoas de seus e-mail senão vai cair um raio que os parta.

ILUSÃO DO DIA

VOCÊ PREFERE BEJART?

"Eu poderia acreditar somente em um Deus que soubesse dançar" - [Nietzche]

"Assim como o nu é o a coisa mais sublime em toda a arte, deve ser mais sublime na dança, porque a dançar é o ritual religioso da beleza física." [Isadora Duncan]

"Toda dança é uma espécie de roteiro febril, um gráfico do coração." - (Martha Graham)

"O corpo diz o que as palavras não podem dizer."- "The body says what words cannot" - (Martha Graham)

" O bailarino tem que sair do studio e ir ver como as pessoas estão dançando na rua." ( Ivaldo Bertazzo - coreógrafo)

" A Dança é uma atitude política acima de tudo, porque você dança a sua expressão de vida" (Eugenio Lima)

"Todo o tipo de movimento pode se transformar em Dança. você pode coreografar tudo o que o corpo possa fazer, você joga no palco e aquilo é Dança" ( Willy Helm - bailarino)"

quinta-feira, novembro 22, 2007

MESSIAS FALA : RIGON ESTÁ MUITO BEM



Essa tá no blog do Messias que visitou hoje o Angelo Rigon, o blogueiro mais famoso da cidade. Ele está internado desde domingo no Hospital Santa Rita, em Maringá, devido a um infarto. O coração dele está zerado, segundo o Messias. Angelo Rigon recebeu a visita nesta manhã do prefeito Silvio Barros e a primeira dama Bernardete. O Coordenador da Região Metropolitana de Maringá, João Ivo Caleffi, também deu esteve por lá.

Essa foto foi gentilmente copiada do blog do Messias que gentilmente copiou do blog Factorama mantido pelo Jorge Villalobos.

ENTÃO É NATAL !



A partir desta sexta-feira Maringá entra em clima de Natal. Às 20 horas será acionada, pela primeira vez, a iluminação de Natal 2007, as famosas mangueirinhas. Em Nova Esperança, a cidade já está enfeitada para o Natal Encantado com material reciclado, feito principalmente de garrafas pet. (Veja o detalhe)




UM POEMA DE SILVIO BARROS

Bato minhas asas para longe dos vales das sombras
Só os mais tristes e poderosos poetas o cantam
E eu, sou meu corpo de homem – nenhuma poesia – e minhas asas.
O tapete de flores do chão,
Ao qual um dia joguei
Incendeia-se.
Dou um rasante sobre o fogo.
Para onde vou?
Para a cidade das altas chaminés.
Numa tarde quente e cinzenta
A vi pela primeira vez, acho que era o que chamam de dezembro.
Seus olhos morenos me devastaram como o mais cruel dos oceanos.
Quem será ela?
Que observo de cima das chaminés
Com o seu passo rápido, com seu sorriso que exala luz.
Com nossa total incomunicabilidade, distancias cósmicas me percorrem
Penso, no mergulho, tocar as ondas escuras de seus cabelos,
Fracasso.
Sempre um fracasso tenho
Como uma coleção de relicários
E os meus,
São cravados de flechas.

Silvio Barros (1966) é carioca. Poeta e Operador Estético (Projeta Objetos e Instalações), Lançou Poema Crime/ 7 letras 1999 e prepara a primeira coleção de seus Objetos de grande dimensão em aço, chamada Esboços de uma nova fala . Atualmente vive em Desterro.

ZÉ RIGÃO BY LUKAS

O cartunista Lukas informa em seu blog : O jornalista Angelo Rigon deixou a UTI do Hospital Santa Rita. Já está em um apartamento (metido). Visitas das 8 as 20h. A atendente disse que ele está muito bem.

Ótima noticia.

INSEGURO

Recebi o e-mail sobre um grupo de segurados do Banco Real que não receberam indenização e ainda viraram réus. Isso mesmo. O site com o drama desse pessoal é o
WWW.INSEGURO.COM.BR

quarta-feira, novembro 21, 2007

VELVET UNDERGROUND E JORGE BEN



Aos poucos, estou transformando toda a minha discoteca de vinil em arquivos de MP3. O segredo é pesquisar. Encontrei esse blog excelente do curitibano Marcel Cruz. SacundinBenBlog tem um pouco de tudo, principalmente samba-rock. Cruz é fã de Jorge Ben (até Africa-Brasil, disco de 76). Depois Jorge não seria mais o mesmo até se transformar em Benjor. Os discos estão todos AQUI

CORRENTE

Para os clientes mais jovens do Bar do Bulga, eis uma letra incrivel do Chico Buarque. Chama "Corrente" do disco "Meu Caro Amigo" (1976). Assim como uma corrente, a letra pode ser lida de trás pra frente. Se quiser baixar o disco, entre AQUI

Eu hoje fiz um samba bem pra frente
Dizendo realmente o que é que eu acho
Eu acho que o meu samba é uma corrente
E coerentemente assino embaixo
Hoje é preciso refletir um pouco
E ver que o samba está tomando jeito
Só mesmo embriagado ou muito louco
Pra contestar e pra botar defeito
Precisa ser muito sincero e claro
Pra confessar que andei sambando errado
Talvez precise até tomar na cara
Pra ver que o samba está bem melhorado
Tem mais é que ser bem cara de tacho
Não ver a multidão sambar contente
Isso me deixa triste e cabisbaixo
Por isso eu fiz um samba bem pra frente
Dizendo realmente o que é que eu acho

MESSIAS DIZ QUE RIGON ESTÁ BEM

Noticias sobre o jornalista e blogueiro Angelo Rigon. As informações foram giletadas do site do Messias.
Rigon continua na UTI, mas deve ir para o quarto ainda hoje. Domingo à noite quando passou mal, foi levado rapidamente pela família para o Hospital Paraná e de lá encaminhado ao Santa Rita, onde recebeu um estente, espécie de anel na artéria entupida. Mas segundo o Dr. Manoel Sobrinho, que não é cardiologista mas acompanha a evolução do quadro, Rigon está tão lúcido que até andou lendo um livro e conversando algumas abobrinhas. "O que me deixou muito animado, foi que a intervenção não afetou nenhum músculo cardíaco, o que é comum em casos como o dele", disse-me agora há pouco Dr. Manoel.A causa do infarto teria sido mesmo o stress.

ABORTO

O Conselho Municipal de Saúde de Maringá votou contra recomendação de descriminalização do aborto, mas reconhece que é preciso atender as mulheres que praticam o tal ato. Essa matéria está no site da CBN Maringá. É uma entrevista com o presidente do Conselho, com argumentos calcados mais para o lado religioso do que social. Ele tenta explicar a posição do grupo, sempre sofismando, dizendo "que a vida que está dentro da mulher não pertence ao corpo dela". Reconhece que é um problema de saúde pública mas não sabe dizer o que fazer. Enquanto isso, milhares de mulheres vão continuar morrendo em abortos clandestinos. Muitos não percebem que a discriminalização é a favor da vida e não da morte. Ou alguém conhece alguma mulher que gosta de cometer abortos?
A entrevista feita pelo Everton Barbosa está aqui


Nota: O reporter Everton Barbosa é da juventude católica. Foi isento.

CAUSOS DA IMPRENSA 29

Essa ocorreu na Rádio Tupi FM do Rio de Janeiro. A emissora só tocava música orquestrada. Então, dá-lhe Franc Pourcel, Paul Mauriat, etc. O locutor já estava acostumado a anunciar e desanunciar as músicas que na maioria tinha títulos em inglês. Porém, naquele dia, havia uma música brasileira com a orquestra de Franc Pourcel. A composição era 'Tico Tico no Fubá'. O locutor nem prestou atenção nisso. Foi direto anunciando:
"Vamos ouvir agora, a orquestra de Franc Poucel com 'Taico Taico no Fuba'

CENTRO CULTURAL NA VELHA RODOVIÁRIA


Leio hoje em O Diário (Maringá) que o Terminal Rodoviário Américo Dias Ferraz, interditado há 10 meses, deve dar lugar a uma biblioteca e um centro cultural. A discussão é antiga. Já fiz até uma matéria sobre os projetos para aquele local. Na época, 2002, chamei a atenção o trabalho da então estudante de arquitetura da UEM Aline Ferioli Csucsuly. Ela projetou uma biblioteca, um centro cultural e até um restaurante para aquela área do Novo Centro. Foi um dos 50 trabalhos selecionados da 3ª Premiação CSN de Construção Civil. Clique na foto para amplia-la.

terça-feira, novembro 20, 2007

DIOGO NOGUEIRA E MARCELINO, PÃO E VINHO


Acho que sou muito eclético. Deixei baixando no computador do CD do Diogo Nogueira, filho do grande João Nogueira. Enquanto isso, fui assistir ao cult católico Marcelino, Pão e Vinho. O filme é muito simpático e sempre agradou a comunidade católica. É a velha história do menino orfão que é criado e educado por 12 frades. Um dia ele começa a conversar com um amiguinho imaginário chamado Manoel. Depois ele começa a conversar com a imagem de Jesus Cristo que além de responder as perguntas, come os pães e bebe o vinho oferecido pelo Marcelino. Seria um caso de psiquiatria se a intenção do filme não fosse atingir a comunidade católica.
E sobre o disco do Diogo Nogueira é muito bom. Só antecipo: a voz é igual a do pai. João Nogueira levou muito a sério aquele samba clássico chamado 'Espelho'.

BR6 A CAPELLA


O grupo BR6 ainda é novidade para muita gente. Só tem vocalistas e nenhum instrumentista. Experimente. O blog Um que tenha postou um disco dele.

CLIQUE AQUI PARA O DOWNLOAD

A FAVOR DAS COTAS PARA NEGROS NA UEM


Não me lembro se havia colegas negros no dia da minha formatura. Provavelmente não. Agora se debate o sistema de cotas raciais na Universidade Estadual de Maringá. Bastou o assunto ser pauta do dia para aparecer os mesmos comentaristas (todos brancos, por sinal) para palpitar que deveria existir cotas sociais e não raciais. Ora, a UEM por ser uma instituição publica e gratuita já pratica a cota social por ela mesma. O que não se percebe é a presença de negros em suas formaturas.
Para aqueles que são contra as contas raciais e que não sabem o que é racismo, aconselho assistirem o documentário da Jane Elliot chamando "Blue eyed" (pessoas de olhos azuis), sobre discriminação e preconceito. Ela parte de premissas falsas para criar uma realidade virtual que influencia o comportamento das pessoas. Ela simplesmente diz que pessoas com olhos azuis são menos capazes que pessoas de olhos castanhos: "Escolhi os olhos porque a mesma substância que determina a cor da pele determina a cor dos olhos. Se você tem muita melanina no cabelo, pele e olhos, você tem cabelos, pele e olhos escuros. Se tiver pouca melanina, terá cabelos, pele e olhos claros". Segundo a falsa teoria criada por ela, "os primeiros seres humanos do planeta surgiram perto do Equador, na África, há 280 milhões de anos. Eles precisavam de muita melanina para protegê-los dos raios do sol. É a função da melanina. Quando as pessoas foram imigrando para o Norte, recebiam uma incidência menor de luz solar e seus corpos produziam cada vez menos melanina. Por isso, as pessoas do Norte têm menos melanina na pele, cabelos e olhos. Agora, o clareamento do cabelo e da pele não afetou o cérebro, mas o clareamento dos olhos expôs o cérebro a mais luz e isso causou danos ao cérebro. Por isso, pessoas de olhos azuis são mais burras".
No documentário, um grupo de brancos de olhos azuis tem que fazer testes de inteligência. "O teste, elaborado por um negro, possui várias questões inerentes à cultura negra, que obviamente os de olhos azuis são incapazes de responder. Isso provaria o quão burros, ignorantes e desinteressados sobre outras culturas eles são".
O mesmo documentário mostra que esse grupo de brancos que durante um tempo foram tratados como burros, incompetentes, incapazes e inferiores, começa a ter a auto-estima abalada, perde a motivação e cometem mais erros do que normalmente cometeriam. Ou seja, sentem a discriminação na própria pele (ou seria pelos olhos?).
Quem não acredita em racismo é porque nunca foi discriminado, humilhado. Seria bom assistir ao Blue Eyed (já exibido pelo canal GNT)ou então participar do elenco do documentário.

ENTREVISTA

Fui entrevistado por e-mail pelo amigo e colega Antonio Roberto de Paula que também é blogueiro. Confira a
ENTREVISTA AQUI

segunda-feira, novembro 19, 2007

A HISTORIA DO TEATRO BARRACÃO


Descobri esse texto de Aramis Millarch, publicado no Estado do Paraná (caderno Almanaque, em 10/04/1992) que fala sobre a inauguração do Teatro Barracão na época do prefeito Ricardo Barros. Vale para lembrar como o projeto foi viabilizado. O engraçado que até hoje tem gente que mete o malho no teatro, mas estão quietas por pertencerem agora ao staff do prefeito Silvio, irmão de Ricardo.

Barracão, o bom projeto em que Maringá soube investir

Terça-feira, 7, ao inaugurar o Teatro Reviver, em Maringá, o prefeito Ricardo Barros, ao lado do ministro Sérgio Paulo Rouanet, faz questão de, entre outras pessoas ali presentes, chamar ao palco o advogado Constantino Viaro. Mais do que uma gentileza, foi um expressivo - embora silencioso (já que não houve referência explícita) reconhecimento ao homem que, numa feliz idéia, propôs que espaços culturais alternativos, de baixo custo, pudessem ser instalados no interior do Paraná.
Em seu entusiasmo como um dos mais jovens prefeitos do Brasil, Ricardo Barros, 31 anos, foi o primeiro a ver no projeto Barracão, uma alternativa para dotar Maringá de espaços cênicos. Assim, há três anos, ali era inaugurado o primeiro dos Teatros dos Barracões, que hoje chegam a uma dezena em outros municípios. A experiência foi tão bem sucedida, com estímulo a grupos locais - hoje mais de 10 conjuntos amadores, com trabalhos regulares - que Barros não só decidiu apoiar a construção de um segundo Teatro Barracão, como investiu na compra do antigo Cine Plaza, para transformá-lo - ainda neste final de gestão - num confortável cine-teatro, com mais de 600 lugares.
xxx
Enfrentando a fuzilaria de 8 vereadores - na oposição à construção do teatro Barracão-II, com recursos captados por uma empresa fundada (antes da eleição de Ricardo) por dois de seus primos - Paulo Bueno Neto - a obra, finalmente, se concretizou, com o apoio de uma centena de empresas. Concluída há 4 meses, ficou à espera de que o embaixador Sérgio Rouanet, secretário da Cultura da Presidência da República, tivesse uma data livre para, em sua quarta visita ao Paraná - e pela primeira vez no Interior - inaugurasse o teatro. O próprio Ricardo passou por Brasília - vindo de Petrolina, Pernambuco, onde havia feito uma palestra sobre municipalismo, para acompanhar Rouanet e sua assessora, Heloísa Vilhena, diretora do Departamento de Difusão Cultural, para virem à Cidade Canção. Durante cinco horas, o ministro Rouanet confirmou em Maringá aquela imagem positiva que o faz hoje uma das figuras de maior credibilidade, respeito e simpatia do governo federal: uma extraordinária competência, sinceridade e comunicação direta no enfoque da questão cultural.
Numa palestra objetiva, explicando detalhes da lei que leva o seu nome (ver matéria publicada na edição de ontem), Rouanet falou dos mecanismos criados pela lei que cria estímulos para a produção cultural e que, de princípio, já dispõe de aproximadamente Cr$ 150 bilhões para aplicações neste ano, soma que, obviamente deverá subir.
Depois da inauguração do teatro, na Praça de Todos os Santos, ao lado do cemitério (motivo também de algumas críticas por parte da oposição a Barros), Rouanet mostrou sua descontração no contato com artistas, autoridades e políticos reunidos em ecológico coquetel - no qual foram servidos exclusivamente sucos de frutas naturais - na Sociedade Hípica. Rodeado do pianista Miguel Proença e do menestrel Juca Chaves - dois artistas nacionais - coincidentemente também em Maringá no início da semana - o ministro divertiu-se com as últimas piadas contadas por Juca e, mostrou também que é um homem de boas estórias, acrescentando algumas picantes anedotas que o compositor de "Presidente Bossa Nova" disse que incluirá em seu show ("Vergonha", programado para hoje, 21 h, no Cine-Teatro Plaza, em Maringá, após ter sido levado a Londrina, Toledo e Umuarama).

xxx
Idealizado por Constantino Viaro, quando assumiu a superintendência da Fundação Teatro Guaíra, como uma opção barata e prática para [possibilitar] que os municípios do Paraná possam ter espaços culturais, o projeto Barracão, no início patrocinado pelo Banestado, é uma idéia que começa a ser desenvolvida em outros estados.
Maringá, que apesar de ser uma das cidades de maior desenvolvimento do Estado, ecologicamente, a que tem maior arborização do país, com uma vida econômica em ascensão e que na atual administração ganhou projeção nacional, ressentia-se de teatros. O faraônico projeto do Teatro Municipal que o ex-prefeito Said Ferreira - deixou nas fundações, não tinha condições econômicas de ser viabilizado, o que levou o prefeito Barros a optar pela fórmula do projeto Barracão. O primeiro foi inaugurado poucos meses após a sua posse e o segundo, já com recursos de uma centena de empresas, demorou um pouco mais, e embora sem estar com a iluminação completa (o IBAC doou o equipamento, que chegará em breve) já pode ser utilizado para encenações amadoras, reuniões comunitárias, formaturas e outros eventos. Com 196 lugares - em um palco imenso - o [teatro] com 595 metros de área construída (120m2 no piso superior) foi oficialmente aberto com um quadro de "Os Palhaços", de Brecht - interpretado por Pedro Uchôa (melhor ator, Festival de Teatro de Canela, RS), Lorilene Mattos e Denilson Pedregulho, dirigidos por Eduardo Montagnari. Para dar um ar kitsch - e como sempre acontece nestes momentos - uma atriz local, a roliça Carmen Couto, chapéu de marinheiro e trajes infantis, subiu ao palco e ocupou 3 minutos para falar de seu "curriculum do futuro", anunciando "o que pretendo fazer para levar a glória artística de Maringá ao [Exterior]".
Um happening tão inesperado, que um grupo teatral, também animou-se a entrar no palco e apresentar um número que não havia sido previsto. Mas o clima era de festa e congraçamento, o ministro Rouanet estava feliz e fez questão de abraçar o casal Oduvaldo e Winne Bueno - avós maternos do prefeito Ricardo, que em 1947, um ano antes da instalação de Maringá como município, ali chegaram com o primeiro projeto de cinema - conforme aqui contamos na edição de 23 de fevereiro deste ano.



Obs: na matéria original tinha uma foto da inauguração do Teatro Reviver/Barracão II, em Maringá. Apareciam a secretária municipal da cultura, Lidia Marques, o ministro Rouanet, o prefeito Ricardo Barros e o presidente da Câmara, Marcos Antonio Rocha Loures.

RIGON

Minha rotina na net é verificar as noticias e vasculhar os blogs favoritos, entre eles o Um Que Tenha e do obrigatório
Angelo Rigon
. Estranhei que blog não foi atualizado hoje. Depois descobri no blog do Lukas que o Rigon estava internado. A noticia foi dada em primeira mão pelo blog do Salsinha .
Rigon sofreu um infarto no domingo e está na UTI do Santa Rita. Passa bem e está lúcido. Que ele se recupere rápido.

GIBIS DA MARVEL NA INTERNET


Ossa é boa. A Marvel, gigante americana dos quadrinhos, está oferecendo parte de seu acervo para internautas. A maioria dos 2,5 mil exemplares ficará disponível mediante assinatura mensal ou anual. Mas, para conquistar internautas que não estão acostumados a pagar por conteúdo, 250 exemplares estarão disponíveis de graça. Segundo o site da BBC, os assinantes terão acesso a exemplares raros on-line, como os primeiros números de séries como Homem-Aranha, O Incrível Hulk e Quarteto Fantástico.
Os internautas poderão avançar pela história de várias formas, inclusive quadro a quadro. Não é necessário baixar nenhum programa para ver os exemplares e que serão oferecidos também tutoriais, explicando como os quadrinhos poderão ser acessados.
Os clientes também não poderão baixar os exemplares em seus computadores - apenas ver os quadrinhos enquanto navegam na internet.A grande adversária da Marvel, a DC Comics, já disponibilizou alguns de seus exemplares pelo site de relacionamento MySpace.
O site da BBC não informou o endereço eletronico dos gibis da Marvel.

RECADO

'Nunca reparou que jornalista e justiceiro começam com a mesma letra? Vá dizer isto ao seu patrão'

Lemmy Caution ao guarda que proíbe a entrada de jornalistas no prédio Alpha 60 em Alphaville, de Jean Luc godard)

domingo, novembro 18, 2007

NASSIF FALA DE CHICO

O jornalista Luís Nassif se lembra da época em que era foca e foi entrevistar Chico Buarque. Confira.
Saímos de lá e fomos a um bar na esquina, a esta altura o grupo inteiro bêbado. No bar, por acaso, estava Nelson Cavaquinho. Chico foi direto ao seu ídolo. "Nelson Cavaquinho, você é meu ídolo, vou beijá-lo". E Nelson, mais embriagado ainda: " Não beijo homem. E você não conhece nada de música". Estavam os dois, um de cada lado de uma mesa de ferro fundido. Chico avançou por sobre a mesa para beijar o ídolo e desabaram, mesa e Chico sobre Nelson Cavaquinho, por pouco não produzindo a tragédia mais estranha de toda história da MPB. Ambos sobreviveram ao tombo, e eu à ressaca. (TEXTO COMPLETO AQUI)

sábado, novembro 17, 2007

FESTA DE FIM DE ANO

Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONARIOS.
Data: 1 de dezembro
Assunto: Festa de Natal

Tenho o prazer de informar que a festa de Natal da empresa será no dia 23
de dezembro, com início ao meio-dia, no salão de festas privativo da
Churrascaria Grill House. O bar estará aberto com várias opções de
bebidas.
Teremos uma pequena banda tocando canções tradicionais de natal...sinta-se à vontade para se juntar ao grupo e cantar!
Nao se surpreenda se nosso Vice-Presidente aparecer vestido de Papai-Noel!
A árvore de Natal terá suas luzes acesas às 13:00. A troca de presentes de
amigo secreto pode ser feita a qualquer momento, entretanto, nenhum
presente deverá exceder R$20,00, a fim de facilitar as escolhas e adequar
os gastos a todos os bolsos.
Este encontro é exclusivo para funcionários. Na ocasião, nosso Vice-Presidente fará um discurso bastante especial.
Feliz Natal para vocês e suas famílias.
Patrícia
_______________________________________________________________________

Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONARIOS.
Data: 2 de dezembro
Assunto: Festa de Natal

De maneira alguma nosso memorando de 01 de dezembro pretendeu excluir nossos funcionários judeus! Reconhecemos que o Chanukah é um feriado importante e que costumam coincidir com o Natal mas isso nao aconteceu este ano.
De qualquer forma, passaremos a chamá-la de "Festa de Final de Ano". A mesma política se aplica a todos os outros funcionários que não sejam cristãos e àqueles que ainda celebram o Dia da Reconciliação. Não haverá árvore de Natal. Nada de canções de natal nem coral. Teremos outros tipos de música para seu entretenimento.
Felizes agora?
Boas festas para vocês e suas famílias,
Patrícia
_______________________________________________________________________

Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONARIOS.
Data: 3 de dezembro
Assunto: Festa de Natal

Com relaçao ao bilhete que recebi de um membro do Alcoólicos Anônimos solicitando uma mesa para pessoas que nao bebem álcool... você nao assinou seu nome! Fico feliz em atender o pedido, mas se eu puser uma placa na mesa "Exclusivo para AA", vocês nao serao mais anônimos... Como faço entao?
Esqueçam a troca de presentes. Nenhuma troca de presentes será permitida, uma vez que os membros do sindicato acham que R$20,00 é muito dinheiro e os executivos acham que R$20,00 é muito pouco para um presente. NENHUMA TROCA DE PRESENTES SERÁ PERMITIDA, certo?
Patrícia
_______________________________________________________________________

Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONARIOS.
Data: 7 de dezembro
Assunto: Festa de Natal

Nossa, que grupo heterogêneo somos!!!
Eu não sabia que no dia 20 de dezembro começa o mês sagrado do Ramadan para os muçulmanos, que proíbe comer e beber durante as horas do dia. Lá se vai a festa!!!
Agora sério, entendemos que uma refeiçao nesta época do ano seja um problema sem precedentes para a crença de nossos funcionários muçulmanos.....
Talvez a da Churrascaria Grill House possa segurar o serviço de buffet até o fim do dia - ou então, embalar tudo para que vocês levem para casa nas marmitas.
O que vocês acham disso?
Novidades: neste meio tempo, consegui que os membros do Vigilantes do Peso
sentem o mais longe possível do buffet de sobremesas; as mulheres grávidas
sentem-se o perto possível dos banheiros; homossexuais podem sentar-se
juntos; mulheres homossexuais não têm que sentar com homens homossexuais,
que terão sua própria mesa; e sim, haverá um arranjo de flores no centro
da mesa dos homens homossexuais; para as pessoas que pediram permissão
para trocarem de roupa, nenhuma troca de roupa será permitida; teremos
assentos mais altos para pessoas baixas; e comida com baixa-caloria estará disponível para os que estão de dieta. Nós não podemos controlar a quantidade de sal utilizada na comida. Desta forma, sugerimos para estas pessoas com pressao alta provar o gosto primeiro. Haverá frutas frescas de sobremesa para os diabéticos. O restaurante nao dispoe de sobremesas sem açúcar.
Nossas profundas desculpas.
Esqueci de alguma coisa?
Patrícia
_______________________________________________________________________
Patrícia Gomes - Diretora de Recursos Humanos
COMUNICADO PARA TODOS FILHOS DA PUTA QUE TRABALHAM NESTA EMPRESA.
Data: 8 de dezembro
Assunto: Festa de Natal DO CARALHO

Vegetarianos!?!?!??!
Sim, vocês também tinham que dar sua opinião de merda ou reclamar de
alguma coisa!!! Nós manteremos o local da festa na Churrascaria Grill
House; quem não gostar, foda-se! Então, como alternativa, seus putos,
vocês podem sentar-se quietinhos na mesa mais distante possível da tal
"churrasqueira da morte" - como vocês se referiram de forma bastante depreciativa ao utensílio. E vocês terão também sua mesa de saladas de merda, incluindo tomates hidropônicos da casa do caralho & arrozinho grudento pra comer de pauzinho.
Aqueles que, naturalmente, ainda nao gostaram, podem enfiar tudo no cu.
Mas como vocês devem saber, os tomates, eles também têm sentimentos! Os tomates gritam quando vocês os fatiam. Eu mesma os ouvi gritar! Eu os estou ouvindo gritar agora mesmo!!!!!
Ah, espero que vocês todos tenham uma bosta de final de ano! E que dirijam muito, muito bêbados e morram todos, todinhos esturricados por aí. Escutaram?
A Vaca, diretamente da puta que os pariu.
_______________________________________________________________________

Dr. Jonas Pacheco - Diretor de Recursos Humanos INTERINO
COMUNICADO PARA TODOS OS FUNCIONARIOS
Data: 14 de dezembro

Assunto: Patrícia Gomes e Festa de Final de Ano
Tenho certeza que falo por todos desejando para a Patrícia um rápido restabelecimento para sua crise de stress e continuarei a encaminhar suas mensagens para ela no sanatório. Por conta deste fato, a diretoria decidiu cancelar a Festa de Final de Ano e dar folga remunerada para todos na tarde do dia 23 de dezembro.
Boas Festas,
Jonas

NOITES DE SOL

Tenho o costume de acordar de madrugada. É hora de beber água, olhar para um possível vagabundo que passa na rua e juntos comungar a solidão quieta e perigosa. Mas não nessa noite. Dessa vez eu vou me vestir, pegar as chaves e apertar o botão do elevador. O elevador dorme. Desço pelas escadas e ao encarar o porteiro quase pergunto o motivo do elevador parado, mas a minha necessidade de rasgar a noite é muito mais intensa do que qualquer questionamento ordinário.
Passeio pelas ruas da cidade. Do alto, tudo é mais bonito. Até os postes. Eu deveria estar acompanhado. Não. Ninguém entenderia um homem que sai a fim de olhar a urbana madrugada. Melancolia não se divide.
Longe, um trem com a possível primeira leva de operários. Eles têm compromissos e isso me faz sentir mal. Sou um homem sem compromissos, sem carteira assinada, sem certidão de casamento. O que eu tenho é o seguro do carro que terei que renovar no próximo mês. Talvez o meu carro seja a minha maior segurança. Morro de medo de perder suas chaves...
Terremoto no Chile, Botafogo perdeu mais uma, outra bomba no Iraque. Isso tudo acontece quando olho para a cidade. Um pouco mais de paciência. Desligo o rádio.
Queria ouvir barulho de muitos grilos igual aos dos filmes americanos. Por enquanto, só ouço o som da lua. Astro que ilumina esse pobre mortal, que ilumina o assassino em seu bote e o padeiro em seu ritual. Rimas.
Acho que já tenho a idade de ver um disco voador. Olho pro céu na esperança de que um ser de outro planeta tenha tido a mesma idéia de passear pela madrugada. Seria uma companhia interessante. Difícil será encontrar um bar aberto para beber uma cerveja. Além disso, estou sem dinheiro. Eu já disse: só tenho o seguro do carro.
Olho para o relógio. Já é hora de trocar essa pulseira. Se ela arrebentar, o transformo em relógio de bolso. Ou então darei para o possível vagabundo que comigo comunga a solidão quieta e perigosa.
Está amanhecendo e isso não faz me sentir muito bem. Tenho que sair daqui. Talvez eu seja um vampiro ou uma dessas criaturas que bebem água de madrugada. Espero ter gasolina suficiente para voltar antes desse sol tão difícil.
Estou de volta à portaria e só depois me dou contar que o elevador fora consertado. Cadê o porteiro?
Na cozinha as torradas estão prontas para saltitar e o liquidificador já está indicando a vitamina. Está na hora de acordar para mais um dia sem disco voador, sem vampiro, sem assassino, sem padeiro, sem grilos e sem paciência.

(Marcelo Bulgarelli, Primavera de 2007)


VAI TRABALHA VAGABUNDO!



Um clássico da comédia nacional. 'Vai trabalhar Vagabundo' de e com Hugo Carvana. Produção de 1976. Música do Chicão. É a história de um autêntico malandro carioca. Nessa cena, ele acaba de sair da cana e chega em casa.

sexta-feira, novembro 16, 2007

NEW HOPE

 

Passei o feriado em Nova Esperança. Foi divertido. Acompanhamos a prova rústica João dos Santos, fomos pra festa das nações e antes de dormir partimos para o bar Kabana que é muito aconchegante. O detalhe é que ele é decorado com quadros do artista Boh, de Maringá. São diversas reproduções de quadros italianos.

ACIDENTES ACONTECEM (2)

Não tente repetir isso em casa!!!
 
Posted by Picasa
 
Posted by Picasa
 
Posted by Picasa

ANTONIO OZAÍ



Recebi um e-mail o Antonio Ozaí, um dos professores mais atuantes no meio cultural maringaense. Ele convida todos para visitar os blogs

http://antonio-ozai.blogspot.com e http://antoniozai.blogspot.com

quinta-feira, novembro 15, 2007

ACIDENTES ACONTECEM



Esse é um dos vídeos mais rápidos do Bar.

AGUIAR NA CULTURA!


Acredite se quiser. Se isso acontecer, mude de país. O deputado e cantor Frank Aguiar (PTB-SP) (não confundir com Gilson Aguiar) estaria entre os cotados para o Ministério da Cultura, depois que Gilberto Gil ter declarado que deixará o governo no ano que vem. Aguiar é o relator do Plano Nacional de Cultura. Neste fim de semana ele fará shows no Rio Grande do Sul. Vai cantar músicas do CD "Frank Aguiar Interpreta Grandes Sucessos". Entre seus hits, "Impossível acreditar que perdi você", de Marcio Greyck, e "Mon Amour, meu bem, ma femme", de Reginaldo Rossi.

LUKAS



O blog Casa do Noca vai de vento em popa. Agora tem cartuns!!!

quarta-feira, novembro 14, 2007

SOBRE PIZZAS E CHOPPS

Fui ontem conhecer a famosa Pizza Hut no Avenida Center, em Maringá. Queria saber o que há de tão especial na pizza da franquia. Pedi uma pizza pequena (seis pedaços bem pequenos)e com massa fina, o que daria o tamanho de dois brotinhos. Pelo preço (R$ 22,50), ficou muito a desejar. Não que fosse de toda ruim, mas falta à pizza de franquia o que há muito tempo não encontro na comida de restaurantes: personalidade. Pelo preço/benefício, ainda fico com a da Trattoria, perto do Ginásio Valdir Pinheiro e até mesmo pela pizza Oppa, na Cerro Azul.
Prosseguimos e fomos até a chopperia 'Estação 44' onde tem o melhor chopp da cidade. Outra decepção: o atendimento caiu muito. Por um instante pensei que eu havia morrido e que era o meu espírito é que estava por ali. Demorou alguem perceber a nossa presença, apesar do local estar vazio. E só de pensar que meses atrás podíamos desfrutar da boa qualidade do chopp no mezanino (agora fechado não sei porque)e com garçons atenciosos...
Logo descobri a razão: os garçons queriam ir embora! Ora, se estava na hora de fechar, por que serviram a gente? "E que a casa está vazia", disse um deles, como se eu tivesse culpa disso. Assim, até o melhor chopp do mundo fica aguado. Mas cá entre nós: quem mandou tomar chopp em shopping center? Isso é local de chopperia? Só eu mesmo para insistir nisso. Realmente, falta em Maringá uma chopperia (desculpe meu amigo, eu disse chopperia, não Car Wash!).
Depois de dois vasos de 500 ml, fomos pra casa. Assim que cheguei, liguei a TV. No Discovery Channel passava "Sobrevivi".

CULTURA NAS ÁREAS DE RISCO

Em dois anos, o Brasil deverá ter cerca de 300 pontos de cultura nas chamadas "áreas de risco social", como periferias e favelas. Segundo a Agencia Brasil, esses centros culturais, viabilizados por meio de convênios entre o Ministério da Cultura e a sociedade civil, passarão a ser implementados em parceria com o Ministério da Justiça. "As favelas estão entre os territórios mais afetados por essa questão do risco social. E o Ministério da Justiça, justamente por causa dos desdobramentos em relação à violência e à necessidade da presença do Estado nesses territórios, é um dos mais interessados em associar suas ações a programas de cultura", disse o ministro Gilberto Gil. Os recursos virão dos R$ 4,7 bilhões previstos para o programa Mais Cultura. Lançado em outubro, a ação tem como meta ampliar os pontos de cultura.
Outra novidade é a criação de "agentes da cultura". Eles vão trabalhar nos mesmos moldes dos agentes de saúde: são pessoas treinadas para articular os programas do ministério com a população, as cidades, bairros e associações.

GIL DEIXARÁ O MINISTÉRIO


Gilberto Gil deixará o Ministério da Cultura no próximo ano. O motivo é o surgimento de um calo na voz. Isso vai obriga-lo a se afastar de suas atividades. Diz que 'geralmente usava a voz para cantar e hoje a usa para falar'.
Fazendo um balanço de todo o seu trabalho, ele compreendeu que o importante foi ter ampliado o conceito de cultura. Antigamente, muita gente achava que cultura eram apenas as manifestações consideradas artístiscas ou ligadas ao patrimônio.

VIDA NOVA AO DISCO DE VINIL

A Agência Brasil informa que até o final deste ano, o Ministério da Cultura irá encomendar à única fábrica de discos de vinil brasileira a gravação de manifestações de música popular e de arquivos da Fundação Nacional de Arte (Funarte) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A medida visa estimular a produção de discos de vinil no Brasil e ajudar na preservação da única fabrica que atualmente produz long plays (LPs) no Brasil, localizada na Baixada Fluminense. Segundo Álvaro Malaguti, assessor da Secretaria de Política Cultural do Ministério da Cultura, o objetivo é estimular uma mídia que possibilita novas experiências musicais e a própria divulgação do Brasil no exterior. “O suporte físico do vinil possibilita novas experiências estéticas para ritmos como rap, tecno e eletro. Muitos DJs trabalham com o vinil utilizando mecanismos como fazer o disco tocar de trás para frente”, explicou Maluguti. “Lá fora, a circulação do vinil ainda é grande e é muito utilizado nas pistas de dança, servindo como um instrumento de divulgação da nossa cultura”. Os LPs eram vendidos em escala comercial até 1996.

terça-feira, novembro 13, 2007

EXPOSIÇÃO RETRATA MUSAS DA MPB

Uma exposição em Recife reúne 20 quadros que mostram os detalhes marcantes das musas inspiradoras de cada letra escolhida. Entre homenageadas estão: A Rita (Chico Buarque), Luiza (Tom Jobim), Drão (Gilberto Gil), Marina (Dorival Caymmi), Carolina (Chico Buarque), Anna e eu (Lenine); Lígia (Tom Jobim), Maria Bethânia (Capiba), Rosa Morena (Dorival Caymmi); Luzineide (Lula Queiroga), Madalena (Ivan Lins); Helena, Helena, Helena (Alberto Land, famosa na voz de Taiguara), entre outras. Leia mais AQUI

MEDICAMENTO CONTROVERSO FABRICADO EM MARINGÁ

Medicamento controverso para reposição hormonal chega ao mercado
Por Marina Mezzacappa (12/11/2007)

O medicamento fruto do primeiro contrato de licenciamento de patente realizado pela Agência de Inovação (Inova) da Unicamp acaba de chegar ao mercado. Usado na terapia de reposição hormonal, o fitoterápico tem como princípio ativo as isoflavonas agliconas de soja obtidas através de uma técnica desenvolvida na Universidade Estadual de Campinas por Yong Kun Park, pesquisador da Faculdade de Engenharia de Alimentos. No entanto, o uso das isoflavonas na reposição hormonal ainda gera controvérsias. Profissionais da área de ginecologia divergem sobre a comprovação de sua eficácia no controle dos sintomas do climatério e fazem algumas ressalvas quanto à sua utilização.
O contrato de licenciamento de patente concede a uma empresa de Maringá (Paraná) o direito de usar a tecnologia agregada ao processo de extração da isoflavona da soja e transformação das isoflavonas glicosiladas em agliconas. Leia mais AQUI

segunda-feira, novembro 12, 2007

XUXA ERA ASSIM

 
Foto da Xuxa em 1984 quando ainda pertencia ao cast da Ford Models. Em 82 estive com uns amigos no concurso Garota de Ipanema, no Rio, e Xuxa era a presidente do juri. O concurso foi na praia e o pessoal adorava mostrar a revista em que Xuxa tinha posado pelada. O melhor ainda foi o concurso cheio de beldades em biquinis. Há meus 16 anos...
Posted by Picasa

DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO

DE: Gerência Executiva
PARA: Todos os funcionários.
Como é do conhecimento de todos, esta Empresa realiza anualmente o seu Dia da Confraternização, uma oportunidade para colegas de Trabalho e seus familiares se reunirem num ambiente do congraçamento, descontração e sadio companheirismo. Como em outras ocasiões, o Dia da Confranternizaçâo deste ano teve lugar na Sede Campestre da Fundação que leva o nome do Fundador da nossa Empresa e saudoso pai do nosso atual Diretor-Presidente. Infelizmente,
nem todos sabem compreender o espírito do evento, como atestam os desagradáveis acontecimentos, a que passamos a nos referir.
Já no primeiro jogo do torneio de futebol interdepartamental que se realizou pela manhã, Recursos Humanos X Manutençâo e Oficinas, surgiram, os primeiros incidentes.
O doutor Almeida, assessor do nosso Departamento Jurídico prontificou-se gentilmente a aluar como juiz. As chacotas dirigidas aos calções largos do doutor Almeida eram incompreensíveis, pois estavam dentro do espírito descontraído da ocasião. Nada justifica no entanto, a covarde agressão de que foi vitima o doutor Almeida depois de apitar o pênaiti que deu a vitória ao Departamento de Recursos Humanos. No jogo ContabilidadeXAImoxarifado, realizado a seguir, era evidente a intenção dos jogadores do Almoxarifado de atingir, deslealmente, o nosso estimado caixa Gurgel, que quando se recusa a descontar vales para o pessoal o faz por orientação da Direção e não — como pareciam pensar seus adversários — por decisão própria. Gurgel 'ficou desacordado até a hora da distribuição dos brindes, outro lamentável episódio que comentaremos adiante.
O torneio de futebol atingiu o cúmulo da violência no jogo decisivo, Secretaria X Embalagem e Expedição realizado às três da tarde, quando todos já reclamavam o início do churrasco e uma tentativa de invasão da churrasqueira por parte de um grupo de mães à procura de comida para seus filhos fora repelida à força por elementos do nosso Departamento de Segurança Interna. Houve uma batalha campal entre jogadores e assistentes e o nosso companheiro Druck, do Faturamento, que atuava como juiz, está hospitalizado até hoje. Recebendo, aliás, completa assistência da Empresa, embora não fosse um acidente de trabalho, mas tudo bem.
Como faz todos os anos, nosso Diretor-Presidente preparou-se para dizer algumas palavras antes de começar o churrasco, agradecendo a colaboração de todos para o crescimento da Empresa durante o ano. Foi recebido com gritos de "Aí, lingüinha", "Fala, seboso" e "Nada de discurso, queremos comida". Também recebeu um pão na testa. Com seu conhecido espírito democrático e tolerante, nosso Diretor-Presidente decidiu suprimir o discurso. O churrasco transcorreu sem maiores
incidentes, fora o prato de salada de batata despejado, à traição,
sobre a cabeça do doutor Almeida, reflexo ainda da sua atuação como juiz pela manhã, mas o consumo de chope foi alto e à certa altura ouviram-se pedidos descabidos para que a digníssima esposa do nosso Diretor Industrial, Dona Morena, fizesse um strip-tease em cima da mesa, sendo nosso Diretor obrigado a segurar sua mulher à força.
Chegou a hora de sortear os números que receberiam brindes, o que foi feito pela digníssima esposa do nosso Diretor de Planejamento, Dona Santa, recebida com gritos de "Pelancuda! Pelancuda!"
O primeiro número sorteado por Dona Santa foi o do seu sobrinho Roni, do Departamento de Arte, o que despertou revolta geral e gritos de "Marmelada!" Todos avançaram sobre brindes e na confusão diversos membros do nosso Conselho Fiscal foram pisoteados e Dona Morena sofreu alguns apertões.
A Direção está disposta a esquecer os acontecimentos do Dia da Confraternização se os funcionários se comprometerem a esquecê-los também. Elementos da Secretaria e de Embalagem e Expedição têm-se envolvido em seguidas brigas durante o horário de trabalho a respeito do jogo inacabado e o doutor Almeida, cuja presença no nosso Departamento Jurídico é indispensável, está impedido de aparecer na Empresa sob o risco de apanhar. Isto está afetando a nossa produção.
Se as coisas continuarem assim a Direção será obrigada a tomar medidas drásticas, podendo, inclusive, cancelar o Dia da Confraternização do próximo ano!
(Luiz Fernando Veríssimo-Revista Ícaro/ mar.87)

TATIANA ROCHA


Quem quer conhecer voz nova na MPB pode optar pelo disco da Tatiana Rocha - Um Passo Acima do Chão (1999). O CD pode ser baixado AQUI
Vale a pena! E tem mais coisa dela no UM QUE TENHA

VANDA

Li hoje no Blog do Rigon que Vanda Munhoz não é mais editora do jornal Hoje Noticias. Conheci Vanda em matérias de ruas, principalmente quando ficávamos horas e horas em frente ao ministério publico ou Policia Federal apurando o caso do Paolicchi. Recentemente cheguei a trabalhar com ela uns dez dias no Hoje, mas tive que optar por outros compromissos profissionais e trabalhar no jornal ficou incompatível com meus horários. Vanda sempre foi atenciosa e gosta de um bom papo. Sabia trabalhar com as adversidades.

domingo, novembro 11, 2007

sábado, novembro 10, 2007

SANGRIA

A pedidos, a receita da sangria. O original veio de um site português.
SANGRIA
Ingredientes - 1 litro de sangria

- 0,75 l de vinho tinto
- 0,20 l de gasosa (é o mais recomendável) ou 7up ou Sprite
- 100 gr. de açúcar
- 1 laranja grande cortada em pedaços
- 1 limão cortado em pedaços
- 1 maçã cortado em pedaços
- 1 pau de canela

1. Numa superfície suficientemente grande (um jarro que tenha capacidade para 1,5 l, já que será necessário ter mais espaço para as frutas) , coloque as frutas cortadas.
2. Junte o açúcar
3. Coloque o vinho e mexa toda a mistura até o açúcar ficar dissolvido.
4. Coloque o pau de canela
5. Leve ao frigorífico pelo período mínimo de uma hora, para que se concretize o passo essencial: o vinho ganhar o sabor das frutas e adoçicar, graças à acção do açúcar.
6. Quando fôr altura de servir, junte a gasosa. Não deve ser colocada antes disso, para que a sangria esteja gaseificada quando fôr servida. Se fôr colocada antes, perde o efeito desejável.
7. Se não estiver suficientemente fresca, poderá adicionar algumas pedras de gelo.

sexta-feira, novembro 09, 2007

QUEM MANDOU SER JORNALISTA?

A revista cultural Verve (Rio de Janeiro) publicou um ótimo artigo de Ney Reis em 1991. Questionava a situação dos jornalistas no mercado de trabalho. O pior é que 16 anos depois, pouca coisa parece ter mudado.

“Quem mandou ser Jornalista?”


O jornalismo virou um grande balcão de negócios, e o jornalista, um espécie de proletário da cultura, mal-educado e mal-remunerado.
Enquanto jogadores de futebol cobram videocassetes e Ferraris para dar entrevistas e para ganhar jogos (sua obrigação profissional, afinal de contas!), jornalistas proletarizados transformam suas casas em similares das repúblicas de estudantes e inauguram tribos de lúmpen-intelectuais dentro de apartamentos. As redações parecem filiais da Rua Sete de Setembro, o paraíso dos camelôs, e ali são vendidos pijamas, colchas, camisas, bolos, bolões, rifas, raspadinhas, cosméticos, sanduíches naturais, salgadinhos, empadas, sem falar no cafezinho grátis, "magnanimamente" oferecido pelas empresas, que provocam uma romaria de famintos aos corredores das mesmas, onde filas de subempregados sorridentes enfeitam de silenciosa infâmia o interior dessas modernas minas de "extraçâo" de notícias. O jornalista é, hoje, o que o mineiro de carvão e o garoto escravizado nas fábricas da Revolução Industrial foram um dia: prisioneiro de seus patrões e de uma realidade aviltante. Se notarmos que com Cr$ 20 mil não se paga o aluguel de um conjugado no Méier, descobrimos que esse tipo de discurso não é nem um pouco alarmista ou exagerado.
Outro reflexo dessa situação exasperante é a proliferação do jabá, aquele "presentinho" sempre benvindo - um recurso usado pelas empresas e suas assessorias de comunicação para verem divulgados na imprensa os seus produtos culturais (discos, livros, vídeos, longa-metragens etc) ou não (biquinis, relógios, jóias, carro, aparelhos de som, objetos de uso pessoal etc). A imprensa perdeu muito do seu papel de
vigilante político-social e de informadora e formadora da chamada opinião pública, transformando-se aos poucos em balcão de negócios. Balcão, aliás, é o nome da mais bem sucedida iniciativa empresarial no setor: um jornal só de classificados...
O resultado dessa situação é a debandada dos profissionais mais intelectualizados e capazes, que trocam as outrora atraentes e excitantes redações dos jornais pelas tediosas assessorias de comunicação de empresas, públicas ou privadas, e até pela carreira política, bem mais "promissora". Nesse caso, bem que a popularidade conseguida através da profissão ajuda, numa espécie de "remuneração indireta" (...).
O trágico nisso tudo é que a História ensina: não há democracia forte com uma imprensa fraca, proletarizada, em lugar nenhum do mundo. No futuro, se persistir essa situação no Brasil, veremos redações repletas de "dungas" da informação (esforçados, porém medíocres), com algumas "ilhas de saber" (aqueles profissionais mais acomodados e menos ambiciosos que serão as reservas de talento e competência dos jornais, ocupando cargos-chave). No futuro?...
Por enquanto, o que vemos em algumas redações é uma espécie de proletário intelectual e um exército de sub-proletários semi-intelectualizados - os primeiros condenados à discutível glória de chefiar as editorias (com um salário nada comparável à sua responsabilidade), e os segundos igualmente condenados a ser eternos focas. O jornalista Paulo Francis tinha razão, quando escreveu há tempos no jornal Folha de São Paulo: não existe mais aquele jornalismo romântico, onde qualquer um podia ser "Cinderela" e acordar, um dia, no topo da carreira, tendo começado como office-boy; agora, o que há é "trabalho pesado" e nenhuma, ou pouca chance de ascensão. A situação é tal que até o perfil do profissional mudou. Algumas manias também: hoje, o jornalista é, em média, jovem (entre 22 e 30 anos), ligeiramente culto, | comete muitos erros de português e desconhece a maioria dos assuntos dos quais tem que tratar. Para conhecer um deles sem ter que perguntar, observe: o jornalista é aquele cara que sempre finge não te ver quando você não é importante, ao cruzar contigo no corredor; se você estiver vendo o noticiário de tevê, sentado numa cadeira na redação (onde há sempre uma tevê ligada), o jornalista típico é aquele que vai fingir que não notou sua presença e puxará assunto com outra pessoa bem na sua frente, na hora da cena mais importante; se o telefone tocar, ele vai deixar a campainha soar várias vezes, até atender o aparelho com um mau humor indisfarçável; o banheiro que ele frequenta é sempre sujo, seu humor só melhora quando chega algum presente (cortesia ou Jabá pelo correio e, a menos que você tenha caído nas graças do coleguinha, ele será dissimulado e às c vezes até debochado contigo (quase nunca pela frente, evidentemente); se o jornalista for mais velho, e principalmente se for editor, atenda o telefone sempre que tocar porque ele, uma pessoa tão ilustre, jamais fará uma tarefa tão reles. E atenção, divulgadores: a menos que vocês cheguem às redações com uma sacola cheia de
brindes, preparem-se para serem tratados como as mais insignificantes das pessoas. E por aí vai...
Enfim, caro colega ou leitor: acabou-se o que era doce. Pois se nem nas novelas, os últimos redutos da fantasia e do sonho, nós da imprensa somos tratados com um mínimo de ,
simpatia e respeito (geralmente somos caracterizados como devoradores de más notícias, pentelhos incorrigíveis, semi-idiotizados intelectualmente e desmedidamente ambiciosos, é porque a vaca foi para o brejo e um jornal tornou-se o local menos recomendável para nossos filhos e netos trabalharem. A não ser que eles, como nós - que já estamos no barco até o pescoço-, não tenham alternativa. Oh,vida...

OS SALTIMBANCOS


Miguel Angelo, um dos frequentadores do bar, pergunta se é possível obter algumas faixas do disco Santimbancos (1977) em MP3. Vasculhando nossos bares vizinhos, descobrimos o disco por meio do Som Barato. O disco inteiro está AQUI

MINHA MÃE GOSTA DE MULHER


Assisti hoje e recomendo a comédia Minha Mãe gosta de Mulher (A Mi Madre le Gustan las Mujeres), Espanha, 2002. Confira a sinopse. O DVD tem o selo Estação - sinal de qualidade. Se não encontrar na sua locadora, reserve na Click, no Jardim Novo Horizonte (Rua Tabaetê 164-B), Maringá.

Sinopse
Elvira, uma mulher de vinte anos, tão bonita quanto insegura, se encontra com suas irmãs, Jimena e Sol, na casa de sua mãe, Sofia, uma célebre pianista separada do pai de suas filhas há anos. A mãe aproveita a comemoração de seu aniversário, para dar às filhas uma grande notícia: ela se apaixonou novamente. As irmãs recebem a notícia com entusiasmo. A mãe, porém, as adverte que esta pessoa é bem mais jovem que ela, que nasceu na República Tcheca e que também é pianista, mas com um detalhe... é uma mulher.

quinta-feira, novembro 08, 2007

ENTRE NO CÉU OU NO INFERNO

Um senador está andando tranqüilamente quando é atropelado e morre. A alma dele chega ao Paraíso e dá de cara com São Pedro na entrada.
"Bem-vindo ao Paraíso!"; diz São Pedro
-"Antes que você entre, há um probleminha. Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você.
-"Não vejo problema, é só me deixar entrar", diz o antigo senador.
-"Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte: Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade.
-"Não precisa, já resolvi. Qu ero ficar no Paraíso diz o senador.
-"Desculpe, mas temos as nossas regras. "
Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno. A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe. Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia trabalhado. Todos muito felizes em traje social. Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo. Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar. Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas. Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir
embora.
Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe. Ele sobe, sobe, sobe e porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele.
Agora é a vez de visitar o Paraíso. Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando.
Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba São Pedro retorna.
-" E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso. Agora escolha a sua casa eterna." Ele pensa um minuto e responde:
-"Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno."
Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.
A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo. Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos. O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do senador.
-" Não estou entendendo", - gagueja o senador - "Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim do mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!"
O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:
- "Ontem estávamos em campanha. Agora, já conseguimos o seu voto..."

A ÉTICA É RELATIVA?

Recebi do Elvio Rocha e estou agora postando...
O sociólogo Peter Berger: "Introdução à Sociologia", em um dos seus
capítulos tem um título estranho:

"Como trapacear e se manter ético ao mesmo tempo".

Estranho à primeira vista. Mas, logo se percebe que, na política, é de suma
importância juntar ética e trapaça. Para explicar veja a história:

Numa cidade havia uma igreja batista.
Os batistas são muito rigorosos nos seus princípios éticos.
Havia na mesma cidade uma fábrica de cerveja que,
para a igreja batista, era a vanguarda de Satanás.
O pastor não poupava a fábrica de cerveja nas suas pregações..
Entretanto, por razões não esclarecidas, a fábrica de cerveja fez uma doação
de 500 mil dólares para a igreja. Foi um auê..
Os membros mais ortodoxos foram unânimes em denunciar aquela quantia como
dinheiro do Diabo e que não poderia ser aceito.
Mas, passada a exaltação dos primeiros dias, acalmados os ânimos, os mais
ponderados analisaram os benefícios que aquele dinheiro poderia trazer:
- uma pintura nova para a igreja,
- um órgão de tubos,
- jardins mais bonitos,
- um salão social para festas.
Reuniu-se então a igreja em assembléia para a decisão democrática.
Depois de muita discussão registrou-se a seguinte decisão no livro de
atas:

"A Igreja Batista aceita a oferta de 500 mil dólares feita pela
Cervejaria, na firme convicção de que o Diabo ficará furioso quando souber
que o seu dinheiro vai ser usado para a glória de Deus."