sexta-feira, março 20, 2015

Aldoux Huxley


Tanta gente elegante, bonita e sincera.

Então me chamaram para uma manifestação ao lado de rapazes que trocaram os livros de história pelas academias de musculação. Meninas de óculos escuros fazem selfies para registrar a balada. Tias carolas gritam contra os vermelhos e com medo de pobre em aeroportos. Idosos  brandam palavrões desejando que uma mulher eleita à presidente seja estuprada. Nazi-fascistas e suas suásticas pedem ditadura em plena democracia. Gente vestida de militar com cartazes em inglês pedem intervenção. Mulheres de peitos de fora dizem que o governo é culpado pela falta de roupas. Pra terminar todos cantam o Hino Nacional e rezam o Pai Nosso. Abaixo a Lei da Gravidade!  (E depois quem é maluca é a Tia Olga...)

Namastê

tumblr_nky7jxg4Ui1rbva4oo1_500.jpg



Lewis Carroll


quinta-feira, março 19, 2015

Quem conta um conto


Por esses dias, e em outros também, os narradores que contam
contos a viva voz, escrevendo no ar, celebram seus festivais.
Os contadores de contos têm numerosas divindades que os
inspiram e amparam.
Entre elas, Rafuema, o avô que contou a história da origem do
povo uitoto, na região colombiana de Araracuara.
Rafuema contou que os uitotos nasceram das palavras que
contaram seu nascimento. E cada vez que ele contava isso, os
uitotos tornavam a nascer.


(Do livro "Os Filhos dos Dias" - Eduardo Galeano)

terça-feira, março 17, 2015

Eles souberam escutar


Carlos e Gudrun Lenkersdorf nasceram e viveram na
Alemanha. No ano de 1973, esses ilustres professores chegaram ao
México. E entraram no mundo maia, numa comunidade tojolabal, e
se apresentaram dizendo:
– Nós viemos para aprender.
Os indígenas ficaram em silêncio.
Depois de um tempinho, alguém explicou o silêncio:
– É a primeira vez que alguém diz isso para a gente.
E aprendendo Gudrun e Carlos ficaram por lá, durante anos e
anos.Da língua maia, aprenderam que não há hierarquia que separe
o sujeito do objeto, porque eu bebo a água que me bebe e sou visto
por tudo que vejo, e aprenderam a cumprimentar assim:
– Eu sou outro você.
– Você é outro eu.
(do livro Eduardo Galeano - Os Filhos dos Dias) 

sábado, março 14, 2015

Frases do Bar do Ferreirinha



Um cara veio bater na minha porta e pediu um donativo para a piscina municipal. Eu lhe dei um copo d’água.


Esta noite um ladrão entrou em minha casa procurando dinheiro. Levantei da cama e fui procurar com ele.


O único fim feliz que eu conheço é o fim-de-semana.


Da minha casa até o bar são 5 minutos, enquanto do bar até minha casa são 1h50 minutos.


Se o seu ex ou a sua ex lhe disser 'Você jamais encontrará alguém como eu', responda: 'Felizmente!'


O trabalho em equipe é essencial. Em caso de erro, ele permite acusar outra pessoa!


Antes eu sabia escrever direito e, um dia, adquiri um telefone celular e aí ....iskci td.


As estatísticas são como os biquínis: dão uma ideia mas escondem o essencial!


Eu disse à minha mulher que tinha vontade de matá-la, e ela me disse que eu precisava consultar um especialista. Contratei um matador profissional.


O ser humano é incrível: é a única criatura que corta uma árvore, faz papel com ela e escreve em cima dele: 'Salvem as árvores'.

Ecos de Nastassja Kinski in Tess (1979)









Nastassja Kinski in Tess (1979)

"Charles Bukowski

“Existem coisas piores que estar sozinho, mas geralmente leva décadas para entender isso e quase sempre quando você entende é tarde demais. E não há nada pior que tarde demais.”



- Charles Bukowski.  (via azulciano)


Sorrir pra vida...

tumblr_mxxznee8W01ribr53o6_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o4_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o1_400.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o3_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o7_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o2_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o8_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o10_500.jpg



tumblr_mxxznee8W01ribr53o5_500.jpg





Via micazuza