segunda-feira, maio 08, 2017

Os estraga-prazeres

Em 1954, os rebeldes vietnamitas propiciaram uma tremenda sova aos militares franceses em seu invulnerável quartel de Dien Bien Phu. E depois de um século de conquistas coloniais, a gloriosa França teve de sumir correndo do Vietnã. Depois, foi a vez dos Estados Unidos. Nem vendo dava para crer: a primeira potência do mundo e de todo o espaço sideral também sofreu a humilhação da derrota nesse país minúsculo, mal-armado, povoado por pouca gente e por gente pobre. Um camponês, de lento caminhar, de palavras escassas, encabeçou essas duas façanhas. Ele se chamava Ho Chi Minh, era chamado de Tio Ho. Tio Ho se parecia pouco aos chefes de outras revoluções. Em certa ocasião, um militante voltou de uma aldeia e informou a ele que não havia maneira de organizar aquela gente. – São uns budistas atrasados, que passam o dia inteiro meditando.
– Pois volte lá e medite – mandou Tio Ho.
vietnan - soldados americanos libertos 1973


(Eduardo Galeano em "O Filho dos Dias")

Nenhum comentário :