sábado, maio 06, 2017

Dia Nacional da Matemática.

“Julinho não vai passar de ano. Escreve mal e é ruim de matemática”, disse o irmão dele aos pais. Porém, Julio César de Mello e Souza conseguiu finalmente entrar pro Colégio Dom Pedro II, aos treze anos. Não era ruim de matemática. Apenas não gostava da forma como era ensinada. 
 Já adulto e apaixonado pela cultura árabe, passou a escrever contos com o nome de Malba Tahan. 
Os livros do “escritor árabe” foram traduzidos pelo ‘professor Breno de Alencar Bianco’, outra criação de Souza.  
 Os contos falavam de instigantes desafios matemáticos e até filosóficos.  O livro “O Homem que Calculava” virou um clássico.  
E Malba Tahan - que nunca foi à Arábia – se eternizou. Hoje, 6 de maio, é o Dia Nacional da Matemática. É a data de aniversário de Julio César ‘Malba Tahan’  de Mello e Souza cujas obra foi  traduzida para diversos idiomas. Inclusive para o árabe.  


Nenhum comentário :