quinta-feira, agosto 17, 2017

Mae West

Em 1893 nasceu Mae West, carne de pecado, vampira voraz.
Em 1927 foi parar na cadeia, com todo seu elenco, por ter encenado um convite ao prazer,
sutilmente chamado de Sex, num teatro da Broadway.
Quando acabou de purgar seu delito de obscenidade pública, decidiu mudar-se da
Broadway para Hollywood, do teatro para o cinema, achando que chegava ao reino da
liberdade.
Mas o governo dos Estados Unidos impôs a Hollywood um certificado de correção moral,
que durante trinta e oito anos foi imprescindível para autorizar a estreia de qualquer filme.
O código Hays proibiu que o cinema mostrasse nudez, danças sugestivas, beijos lascivos,
adultérios, homossexualidades e outras perversões que atentassem contra a santidade do
matrimônio e do lar. Nem os filmes de Tarzan conseguiram se salvar, e Betty Boop foi obrigada
a usar vestido comprido. E Mae West continuou se metendo em confusões.

(Eduardo Galeano em "O Filho dos Dias")




Nenhum comentário :