domingo, agosto 13, 2017

Juana Azurduy

Em 1816, o governo de Buenos Aires outorgou o grau de tenente-coronel a Juana Azurduy, em virtude de seu esforço varonil.
Na guerra da independência, ela tinha liderado os guerrilheiros que arrancaram o morro de Potosí das mãos espanholas.
Era proibido às mulheres se meter nos masculinos assuntos da guerra, mas os oficiais machos não tiveram outro remédio a não ser admirar a viril coragem dessa mulher.
 Depois de muito galopar, quando a guerra já tinha matado seu marido e cinco de seus seis filhos, Juana também morreu.
Morreu na pobreza, pobre entre os pobres, e foi jogada na vala comum. Quase dois séculos depois, o governo argentino, presidido por uma mulher, promoveu Juana Azurduy a generala do exército, em homenagem à sua feminina valentia.

(Eduardo Galeano em "O Filho dos Dias")

Juana Azurduy - ilustração de Javier Armentano

Nenhum comentário :