sexta-feira, fevereiro 03, 2017

Atilio Marotti

Quem passa pela rua Madre Francisca Pia, 500, no Quarteirão Ingelheim, em Petrópolis, não repara no Monumento à Atílio Marotti, em frente ao portão principal do estádio de futebol do mesmo nome. O monumento está em péssimas condições e deveria ser recuperado. Foi construído por Luis Lopes Lima e inaugurado em 7 de setembro de 1951.

É um obelisco de concreto com 2 m e 10 centimetros de altura.sobre base de lajotas de granito com base retangular. Na placa de bronze, a inscrição:
A majestade deste monumento esportivo é o fruto de um ideal bem compreendido A Atilio Marotti, que não pode contemplar a grandiosidade de sua concepção, a homenagem do Serrano F. C. 7/9/1951


A inauguração do monumento foi feita na época da entrega do estádio. O prefeito de Petrópolis, Cordoliino Jose Ambrósio, compareceu., Também falou o o presidente do Serrano,  Affonso Rodolho Paoni. Aldi Rabello agradeceu em nome da família Marotti.  O deputado Adolfo de Oliveira ressaltou a importância do Serrano e do homenageado. Também estiveram presentes autoridades esportivas, jornalistas, representantes de entidades diversas, o deputado Adolfo de Oliveira, os vereadores Helio Bittencourt (que também fez uso da palavra)  Walter dos Santos, Martins de Souza, Orlindo Ditati e Agostinho Cabral.

O comerciante petropolitano  Atílio Marotti era dedicado  ao setor esportivo da cidade. Foi presidente do Serrano entre 1946 e 1949 , época em que concebeu o estadio que hoje tem seu nome. Foi ele quem conseguiu o terreno, depois que o  Serrano havia sido retirado do campo do bairro Terra Santa, onde o clube havia sido criado em 1915.  Marotti,  junto coma esposa, morreu num acidente de automóvel na madrugada de 7 de julho de 1949, na avenida Brasil, Rio de Janeiro. 
(Fonte: Petrópolis e seus Monumentos, coordenação geral: Jose ribeiro de Assis, sem data) 

Nenhum comentário :