quinta-feira, outubro 22, 2015

A História do Seboso

Ontem, pela manhã, tive que fazer uma ligação urgente e apelei para o meu seboso. Com pressa, acabei esquecendo a valiosa agenda manual no capô do carro. Só ao chegar no trabalho é que dei por falta. Paciência... "Com o tempo, recupero todas essas pessoas perdidas" , pensei. "Ninguem vai dar valor a um caderno cheio de rabiscos". Porém, hoje pela manhã, uma boa alma me ligou dizendo que encontrou o seboso na avenida Cerro Azul, onde era torturado pelos automóveis insanos. O seboso voltou quase intacto, mas um tanto traumatizado pelo cruel abandono. E eu agradecido por encontrar pessoas que ainda valorizam aquela encruzilhada de rabiscos... (PS: Estou vendendo um tablet)

Em

Nenhum comentário :