quarta-feira, janeiro 13, 2016

Raul de Leoni

Não é o Moinho que anda, é a água corrente que faz, passando, circular o Moinho... Por isso, deves sempre conservar-te nas confluências do Mundo errante e vário, entre forças que vêm de toda parte. Do contrário, serás, no isolamento, a espiral cujo giro imaginário é apenas a Ilusão do Movimento!...'
(Raul de Leoni in Luz Mediterrânea -Petrópolis, 1922)

Nenhum comentário :