domingo, janeiro 29, 2017

5 Farsas Sobrenaturais

Via: megacurioso

O Horror em Amityville


Vários filmes foram lançados com base nesta história e todos eles são baseados em um livro de 1977, escrito por Jay Anson. Na obra, ele afirmava estar descrevendo fatos reais que haviam ocorrido em uma casa dos Estados Unidos, todos envolvendo espíritos vingativos de índios norte-americanos, bruxas e até mesmo animais possuídos. Além disso, a casa teria sido a residência de um homem que matou seis membros da própria família no local.

Apesar de diversas investigações paranormais no local, nada nunca foi comprovado. Os moradores verdadeiros do local disseram que nunca viram algo que parecesse um fantasma e que não havia qualquer sinal de que naquela residência havia ou teria havido algum tipo de portal para o inferno. Pelo menos as histórias da ficção puderam deixar algumas pessoas com medo durante décadas.




 Uri Geller


Você provavelmente já ouviu falar muito em Uri Geller. Se você não lembra de tê-lo visto na televisão, certamente os seus pais já disseram algo sobre ele. Geller é um homem israelense que afirma possuir poderes psíquicos grandiosos, sendo capaz de entortar colheres, comunicar-se por telepatia e até mesmo descobrir a presença de elementos e objetos sem que seja necessário estar olhando para eles.

Apesar de isso parecer incrível, um homem chamado James Randi conseguiu repetir todos os feitos de Geller com explicações físicas e científicas, tendo até mesmo oferecido prêmios milionários para quem pudesse comprovar que realmente possui poderes. Uri Geller nunca ganhou esse prêmio.

As fadas de Cottingley


No final da década de 1970, algumas garotas britânicas afirmavam ter contato com fadas e outras criaturas sobrenaturais, exibindo várias fotos que mostravam esses fatos. A história ganhou força quando começaram a circular informações de que especialistas em fotografia não teriam comprovado fraude e que espiritualistas tinham certeza que se tratavam mesmo de manifestações paranormais.

Alguns anos depois, o mesmo James Randi que desmascarou Uri Geller foi à televisão para comprovar que todas as fotografias eram farsas e que até mesmo as informações que faziam parte dela haviam sido inventadas.



A autopsia do alienígena de Roswell


Em julho de 1947, um suposto OVNI teria caído em uma cidade norte-americana chamada Roswell. Além disso, um cadáver-alienígena teria sido capturado e a autópsia teria sido completamente filmada. Você pode ver uma parte disso no vídeo que está logo abaixo deste parágrafo, o mesmo que ficou muito famoso no decorrer das últimas décadas.

É bem fácil perceber que trata-se de uma farsa, mas por muitos anos algumas pessoas ficaram assustadas com as imagens. A realidade é que o filme foi criado por um especialista em efeitos especiais e o próprio artista admitiu que nada naquela situação estava perto da realidade. Mesmo assim, ainda há quem afirme que o OVNI era real.

O Monstro do Lago Ness


É difícil admitir que o Monstro do Lago Ness não existe. É verdade... Grande parte das pessoas esperava um dia receber a confirmação de que ele é mesmo um dinossauro pré-histórico que acabou não morrendo por alguma causa sobrenatural e totalmente inexplicável, mas o simpático “Nessy” visto na década de 1930 não passa de uma fraude.

Em 1993, um homem chamado Duke Wetherell admitiu que criou o monstro marinho quando ainda era adolescente. Junto com o enteado Christian Spurling, ele misturou plástico, engrenagens e montou um submarino de brinquedo para conseguir fazer o monstro que todos conhecem pela foto. 

O motivo para a farsa seria uma vingança! Tempos antes, Wetherell teria sido humilhado pelo jornal Daily Mail ao afirmar ter pistas de Nessy, que depois foram comprovadas como pegadas de outros animais. Apesar de Wheterell ter contado essa história em 1993, alguns duvidam da veracidade dela. A versão só foi revelada depois que Christian Spurling tinha morrido — e há quem diga que Spurling poderia desmentir tudo isso.


Créditos: megacurioso


Nenhum comentário :