domingo, julho 31, 2011

Conheço um lugar...

Puerto Madero, Buenos Aires, Argentina

Ampliando...

Agora também estou com um blog (Umas e Outras) na Gazeta Maringá.  Tá ainda tímido, mas vou atualiza-lo diariamente. Clique AQUI

Lukas Dance!!!




Lukas escreveu no Casa do Noca:
Olá. amiginhos. Estou de volta. A cirurgia transcorreu normalmente e agora tenho que aguardar de duas a três semanas para ver o resultado final. A princípio o procedimento deu certo. Nesse momento tenho um certo peso no pescoço devido à pele que cobriu a fístula, mas que vai desaparecer com o tempo Também estou com um dreno no peito, que irá ser retirado na segunda-feira. Agora é tomar antinflamatórios e esperar.
Tenho que evitar engolir saliva, mas o pouco que desce dá pra sentir que o diâmetro da laringe aumentou bem.
Muito cansado. Ficar três noites numa cama de hospital acaba com a gente. Vou descansar e, devagar, torno a postar por aqui.
Obrigado a todos pelo carinho e palavras amigas.

Bar Filial

Conheci o bar na virada do ano. Fica na boemia Vila Madalena, São Paulo. Dizem que é o melhor chopp de Sampa. Acredito que sim. Vale a pena. Todos os bares da Vila Madalena merecem uma checada. Mas o chopp do Filial...
Decoração de boteco descolado 
Em Sampa,  está resolvida a área dos fumantes. Eles ficam na calçada, atrás
da faixa amarela. 
Chopp cremoso e bem tirado.

Allergies - Paul Simon


É o que estou ouvindo nesta tarde de domingo. Hearts and Bones,  album de Paul Simon, 1983. Tenho o vinil.

A Serbian Film – Terror Sem Limites


Assisti ontem ao polemico A Serbian Film – Terror Sem Limites, filme proibido de ser exibido nas salas de cinema devido a uma ordem judicial despachada a favor de alguns deputados do conservador partido Democratas.
Resolvi assistir por um motivo: estabelecer o meu direito de ver aquilo que eu quero, sem qualquer Estado para me tutelar.
Fernando Gabeira (de óculos) o jornalista Sílvio Barsetti
com o cartaz) e a atriz Lucélia Santos: contra a censura
Devemos prevalecer o nosso direito. Já vi essa historia antes, a censura voltando. Em 1986, Je Vous Salue Marie, de Godard, havia sido proibido a pedido da Igreja Católica. Nós, universitários junto com um grupo de intelectuais, fizemos muitos protestos e até uma sessão secreta para a exibição do filme (um cópia ruim, em VHS).
Confesso que não vi o filme do Godard até hoje. Mas fiz questão de protestar contra a censura. Hoje o filme que mostrava a barriga de grávida de uma personagem que seria mãe de Jesus, é facilmente encontrado em algumas locadoras de vídeo. Até pouco tempo podia ser comprado nas Lojas Americanas por módicos R$12,99. Dizem que a pelicula é chatinha e que Godard estava fora de forma. Enfim, esse eu não vi.
Agora, tive que apelar a um site “Pai de Santo” que baixa muita coisa por aí a fim de acompanhar Terror sem Limites.
Depois de ver o filme sérvio (com legendas em português sobrepostas as de inglês), cheguei a seguinte conclusão: é muita polemica pra pouco filme.
A famosa cenas do estupro de um recém nascido é muito mais sugerida do que mostrada. O boneco usado como bebê não convence e até a barriga da atriz mostrada no parto está muito fake.
Todas as cenas que os conservadores não viram, mas acham que elas existem, são trucagens. O filme não é mais nojento do que O Albergue ( que agora será tema de um parque de diversões nos EUA).
O filme sérvio tem cenas que beiram um pornô soft misturadas com filmes slashers (sanguinolentos) e trash movie. Não há nenhuma apologia a qualquer tipo de aberração humana. Pelo contrário: a loucura acompanha o personagem na medida que ele vai sendo o obrigado a cometer atrocidades.
Diz o diretor que a violência mostrada no filme é um retrato do que se passou com o povo sérvio depois de tantas guerras. Metáfora exagerada.
Filme não agrada, mas graças à polêmica, até crianças vão querer ver.
E tenho outra contra a argumentação fascista dos censores: podem ficar tranquilos. Quem assiste o filme sérvio não vai sair por aí cometendo pedofilia ou transando com cadáveres. No máximo, os espectadores vão dizer que perderam tempo para conhecer um filme ruim ou que os sérvios tem copiado muita porcaria norte-americana ultimamente. (Marcelo Bulgarelli em Umas & Outras - Gazeta Maringá)

Bom domingo!

quinta-feira, julho 28, 2011

Conheço um lugar...

Oktoberfest, Blumenau, Santa Catarina, Brasil 

Tombamento em Maringá


A histórica Capela São Bonifácio, em Maringá, foi tombada pela Secretaria de Estado da Cultura. A informação foi divulgada na tarde desta quinta-feira (28). A decisão foi tomada pelo Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná, composto por membros de notório conhecimento nas áreas de patrimônio natural, histórico e artístico. Saiba mais ouvindo o programa Ruas da História (abaixo)

Muito, mas muito bacana mesmo!!

Um motorista de ônibus somaliano (nome: Mukhtar), na Dinamarca, faz anos e vai trabalhar como em um dia qualquer.

A empresa de ônibus organiza uma surpresa de parabéns para ele, com a participaçao de passageiros e de pessoas que se encontram na rua.

"Tomara que aprendamos a espalhar alegria e carinho em nossos amigos, vizinhos e os com quem convivemos, em vez de tristeza e amargura", diz o texto árabe abaixo, antes do "link" Youtube.


quarta-feira, julho 27, 2011

Conheço um lugar...

Estrada Rio - Petrópolis 

Morre Ariel

Fiquei sabendo da morte de Ariel hoje a tarde. Eu o segurei no colo em 2008, na redação da RIC TV. Sempre foi um sucesso. A doença dele mobilizou o país inteiro. Abaixo, a morte do leão segundo o Jornal do Brasil on line.
Morreu na tarde desta quarta-feira, por volta das 13h30min, em São Paulo, o leão Ariel, que sofria com uma rara doença degenerativa autoimune. Esta doença provocou paralisia de suas patas, o que não permitia que ele andasse. "Após uma parada cardiorespiratória, tentamos por cerca de meia hora tentado reanimá-lo, mas ele não resistiu", informou a médica veterinária Livia Pereira Teixeira.
Segundo Livia, a causa da morte do leão foi a progressão da doença degenerativa. O tratamento que o animal estava submetido não conseguiu frear a doença.
O animal, que vivia com cuidados especiais em um canil na cidade de Maringá (PR), nasceu em 2008 e ganhou fama ao aparecer na TV, vivendo em um sítio de uma família local. Ele também comoveu internautas na web, conseguindo apoio de milhares de internautas em comunidades virtuaias.


Ariel foi levado a São Paulo para ser submetido a uma cirurgia. A necropsia acontecerá na Universidade de São Paulo ainda nesta tarde.

Eu e Ariel, em 2008
O grande leão em 2009
O brincalhão
E Ana o adorava...
Abaixo, reportagem de Michele Thomaz, imagens de Diones César.

E tem ainda essa homenagem encontrada na internet.

do twitter

terça-feira, julho 26, 2011

Retrô


Casas da Banha - Rede de supermercados que marcou época no Rio de Janeiro. A propaganda na TV mostrava essa moça (Kate Lyra?):
- Satisfeita com as compras?
Satisfeitissisima! - respondia ela.
As Casas da Banha inaugurou o hipermercado Porcão, na Avenida Brasil, Rio de Janeiro. Era quase uma atração turistica em meados da década de 1970. Tinha um circuito de videotape (o cliente se via na tv!), vendia casa pré fabricada e até um pequeno avião. Foi lá onde vi a primeira TV em cores da minha vida. Descobri que o fundo do cenário do Jornal Nacional, apresentado pelo Cid Moreira, era azul. Acho que foi uma das primeiras revelações da minha vida.


Posted by Picasa
Casas da Banha foi uma rede de supermercados fundada em 1955, cuja sede ficava na cidade do Rio de Janeiro.
Na sua melhor época, em meados dos anos 80, contava com 230 lojas no país, aonde trabalhavam 18 mil empregados. O seu faturamento anual ultrapassava US$ 700 milhões.
O Porcão era uma das principais lojas da rede devido ao seu tamanho e variedade de produtos disponíveis, numa época onde os grandes hipermercados eram raros no país. Tornou-se um importante ponto de referência na Avenida Brasil, no bairro da Penha, utilizado até os dias atuais apesar de encontrar-se fora de operação desde a década de 1990.
Depois de um longo processo de decadência, a empresa acabou por decretar falência em 1999. (Wikipedia) 

Andye Iore


Andye Iore (Anderson para os antigos) está há quase dois anos trabalhando em Cianorte (PR), a 60 km de Maringá. Está curtindo a Comunicação Empresarial. No blog dele, Andye (no blog Zombilly)  conta que em um ano e nove meses teve dois reajustes salariais, está fazendo o terceiro curso de atualização profissional (pago pela empresa) e acaba de ser promovido: coordenador de Comunicação do Grupo Morena Rosa. " Para uma empresa que nunca teve jornalista antes de eu entrar e agora tem uma equipe com três pessoas e criou o Departamento de Comunicação, é um grande reconhecimento das ações feitas nesse período que estou aqui", comenta.
Ele ainda participa de um programa de cinema na radio local e de um clube de carros antigos. Nos finais de semana, vem pra Maringá.

segunda-feira, julho 25, 2011

do twitter

Roni Cócegas

Ronilson Nogueira Moreira (Salvador, 1940 — São Paulo, 25 de julho de 1999), mais conhecido pelo pseudônimo Rony Cócegas, foi um ator e comediante e músico brasileiro.
Estreou na TV Excelsior em 1967 fazendo imitações no programa de Raul Gil, passando em seguida para a atração "Show do Riso". Desde então atuou em programas infantis e humorísticos como "Chico City", "Os Pankekas" e "A Praça é Nossa" e também no teatro e no cinema. Rony Cócegas faleceu aos 59 anos de idade. Sofria de alcoolismo. Ele ganhou o apelido de Roni Cócegas na época em que tocava bateria na noite de Salvador.
Seus personagens mais conhecidos foram o Lindeza (do famoso bordão "Calma, Cocada!") e o Galeão Cumbica, na Escolinha do Professor Raimundo, além do Kuki do programa do palhaço Bozo. (Fonte Wikipedia)
Aqui no Bar do Bulga duas músicas hilariantes de Rony Cócegas: A Gargalhada e Tá Todo Mundo Louco. Confira:


domingo, julho 24, 2011

Dionne Bromfield

Essa menina ainda vai dar o que falar. Tomara que não respire a mesma poeira da Winehouse.


Dionne Bromfield (Kent, 1 de fevereiro de 1996) é uma cantora inglesa. Apareceu cantando para o grande público pela primeira vez em um vídeo no website YouTube, em uma performance da canção "If I Ain't Got You" (de Alicia Keys) junto a sua madrinha, a ganhadora do Grammy Amy Winehouse.
Em setembro de 2009, Bromfield foi a primeira artista a assinar com a gravadora de Winehouse, a Lioness Records. Seu primeiro álbum Introducing Dionne Bromfield, cujas faixas são regravações de artistas do R&B, jazz e soul music, foi lançado em 12 de outubro de 2009. O primeiro single, "Mama Said", foi lançado no dia 2 de novembro de 2009.
Em 23 de setembro, foram lançados dois vídeos pelo seu perfil oficial do Youtube: o videoclipe da canção "Foolish Little Girl" (cover da banda The Shirelles) e um vídeo que introduz a artista ao público, apresentando seu novo álbum com trechos de diversas canções.
Em 25 de setembro de 2009, Bromfield cantou novamente junto a Amy Winehouse o hit dos anos 1960 "Mama Said", também da banda The Shirelles, no evento de caridade "End of Summer Ball", da instituição Prince's Trust. Em 10 de outubro, em sua primeira apresentação na televisão, apresentou novamente sua primeira música de trabalho no programa britânico Stricly Come Dancing, da emissora BBC One[2]. Amy Winehouse participou fazendo backing vocals, voltando a aparecer em performance ao grande público depois de um longo hiato.
Em 14 de outubro de 2009, Dionne Brommfield volta com novidades à Internet. No site YouTube são lançadas duas apresentações da canção "Mama Said", sendo uma o videoclipe oficial e a outra uma apresentação ao vivo no programa GMTV, da emissora ITV1, já sem a participação da madrinha.
Desde então diversos videos têm surgido com novas participações televisivas e vídeos antigos, gravados antes de Dionne lançar sua carreira. (fonte Wikipedia)

do twitter

DVD pirata até com pizza

"Piratão, piratão, é o cinema do povão!", grita John Auger*, anunciando DVDs falsificados a R$ 3 cada um numa viela que leva ao metrô Barra Funda, em São Paulo.

O slogan do ambulante tem lá sua razão. Mais da metade dos brasileiros de áreas urbanas vê filmes pirateados, segundo pesquisa realizada em 2010 pela Associação Cinematográfica dos EUA.

Enquanto isso, 28% da população do país foi ao cinema no ano passado, diz a Federação do Comércio.

Mais do que assistirem sentados à pirataria, os paulistanos compram essa ideia: 45% disseram à pesquisa americana ter consumido DVDs piratas no período.

Para atender a uma demanda estimada em 250 milhões de discos anuais, o mercado pirata cresceu na cidade. E se multiplicou, não só em número, mas em gênero.

Há DVD falso sendo oferecido na rua, por telefone e até em venda casada com pizza delivery.

DISCOS DISCORDANTES

"Aqui é o mercado dos discordantes, de quem não coopera com o sistema", diz Aruj Barbarossa, conhecido como "o cult da rua Augusta". Ele só atende nos fins de semana, numa das várias barracas próximas ao cinema Espaço Unibanco.

No seu acervo, há títulos que não entraram em cartaz no país, como "Mayrig" (1991), com Omar Sharif.

Os discos do cult vêm em estojo de plástico duro. O encarte, em papel denso, tem informações sobre produção e elenco. Os DVDs são adesivados, imitando original. Cada título custa R$ 10.

"É mais caro porque às vezes levo dois ou três dias pra achar na rede e baixar versão boa do filme", diz o cult.

O trabalho de garimpo na rede não é regra no mercado. A mercadoria geralmente vem de uma central que vende DVDs gravados no atacado, já com capa de papel sulfite e em saquinhos plásticos, dizem outros vendedores.

"Eu pego de um cara aqui na [região da rua] Santa Ifigênia", diz o que fica na frente do Mackenzie, na Consolação. Paga R$ 0,50 por disco, em levas maiores do que cem.

Esses "blockbusters" chegam ao consumidor no mínimo 500% mais caros: os mais baratos eram ofertados a R$ 2,50 por um mascate que vende de mesa em mesa em bares no largo da Batata.

PIZZA PIRATA

Cada disco sai por R$ 5 na Liberdade. "É que os artistas são 'importados'", justifica Ali Basha.

Os campeões de venda ali são os musicais, de nomes distantes do público geral, como Yumi Inoue. "Só sai se tiver faixa pra fazer karaokê."

Já quem gasta R$ 14,90 numa pizzaria na Barra Funda leva em até 40 minutos uma redonda e um piratão.

Numa garagem perto da av. Mateo Bei, na zona leste, está a única locadora de piratões vista pela Folha.

Custa R$ 5 o período de três dias com uma temporada de seriado como "Gossip Girl". "O disco assim roda mais", diz Anne Bonney, que toca o negócio com lógica corsária: quem atrasa a devolução leva multa de mais R$ 3.

* Os vendedores tiveram seus nomes substituídos pelos de piratas famosos (Fonte: Foilha on Line)

Parabéns!!!

Acompanha a festa do mais famoso bar de Caicó (RN) clicando AQUI

Pra começar bem o dia

E voce amanhece aqui...

Retrô


The Monkees, hoje , sem Mike 

The Monkees foi um grupo pop dos Estados Unidos formado por David Jones (voz e percussão), Micky Dolenz (voz e bateria), Peter Tork (baixo, teclado e voz) e Mike Nesmith (voz e guitarra).
O grupo foi criado em 1965 pela rede americana NBC para rivalizar com o grupo inglês The Beatles. Para escolher os futuros astros, os produtores colocaram no jornal um classificado pedindo "quatro loucos entre 17 e 21 anos", o que resultou no aparecimento de 437 candidatos. Tiveram uma série de TV entre 1966 e 1968 e um longa-metragem para cinema chamado Head (no Brasil: "Os Monkees estão soltos").Bert Schneider e Bob Rafelson queriam criar uma série de tv com 4 jovens musicos em 1965 e eles precisavam de 4 perfis diferentes: Mike Nesmith, um músico ligado em country/folk music e excelente compositor, Peter Tork, o homem dos mil instrumentos,Micky Dolenz, um jovem ator/cantor que quando criança, tinha estrelado uma série para a TV (exibida no Brasil) chamada "O Menino do Circo". O quarto Monkee, Davy Jones, já tinha sido contratado pelo estúdio um pouco antes, quando o grupo de teatro com o qual tinha vindo para os EUA apresentou-se na Broadway, com a peça "Oliver". Mas, mesmo assim, ele participou dos testes.
Gravaram diversos álbuns, no início somente como cantores, já que músicos de estúdio eram contratados pela gravadora. Mas cansados de tanto controle, conseguiram produzir um álbum autoral em 1967, o antológico Headquarters e se separaram algum tempo depois. Várias turnês e concertos foram realizados e a cada lançamento de LP, a banda conquistava mais e mais fãs. Mike e Peter chegaram a deixar a banda, sendo substituídos brevemente pela dupla Boyce & Hart, os compositores de vários dos hits da banda. Peter voltaria depois, mas Mike somente gravaria com a banda uma última vez em 1995, ocasião do lançamento de Just Us, um álbum inteiramente composto e produzido pelo quarteto. Alguns shows com a formação original marcaram o lançamento de Just Us e, após isso, somente Peter, Dave e Micky continuaram. Algumas turnês com o trio foram feitas e cada um seguiu seu caminho. (Wikipedia)

Conheço um lugar...

Zoo Palermo, Buenos Aires, Argentina

sábado, julho 23, 2011

Pastor é flagrado comendo garoto na borda da piscina

A B S U R D O ! ! !: "Inacreditável!!!
Pastor é flagrado comendo garoto na borda da piscina.
Veja na foto abaixo:


Do fantástico http://bardeferreirinha.blogspot.com/

Ana Luiza Verzola






- Cê tá amarelo. Você tá bem?
- Amarelo porque anseio
- E fica aí, apreensivo
- Estático como uma árvore
- Agora tá ficando azul
- E você branca, igual papel
- Cachorro! Igual ao cachorro!
- Tal qual a calma, a paz
- Levanta, sai da calçada
- E sento onde? No canteiro?
- Nessas cinzas, de cigarro
- Nesse cinza de concreto
- Nessa creche, nesse inferno
- E vive o devaneio
- Transpassa a faixa, o barulho, o branco e o cinza
- E chega na praça
- Atravessa com pressa
- Não repare no sinaleiro
- Não nota. Anota. Se esconde por entre os tapumes
- Atravessa. Que tá verde.


Ana Luiza Verzola em "Exercício"

Kemp

RIP Amy Winehouse










www.lactobacilom.blogspot.com
"

Amy Winehouse R.I.P.



A cantora inglesa Amy Winehouse foi encontrada morta, hoje, dia 23, em seu apartamento em Londres. Tinha 27 anos, conquistou cinco Grammy pelo seu consagrado álbum "Back to Black" (2006), e foi alvo muitas vezes de manchetes escandalosas nas TVs, jornais e revistas. Esteve no Brasil, em janeiro 2011, onde fez cinco apresentações. Desconhece-se a causa mortis, provavelmente perdeu a batalha pelo excesso de consumo de drogas e de bebidas.


A homenagem fica por conta desse repeteco com Jolly Boys, uma banda que nasceu em Port Antonio, Jamaica . Foi formada em 1955 e teve grande sucesso comercial no final de 1980 e 1990.


(Rehab) Reabilitação

Tentaram me mandar pra reabilitação
Eu disse "não, não, não"
É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar
Vocês vão saber, saber, saber
Eu não tenho tempo
E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;
Ele tentou me mandar pra reabilitação
Mas eu não vou, vou, vou
Prefiro ficar em casa com Ray (Charles)
Não posso ficar 70 dias internada
Por que não há nada
Não há nada que possam me ensinar lá
Que eu não possa aprender com o Sr. (Donny) Hathaway
Não aprendi muito na escola
Mas sei as respostas não estão no fundo de um copo
Tentaram me mandar pra reabilitação
Eu disse "não, não, não"
É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar
Vocês vão saber, saber, saber
Eu não tenho tempo
E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;
Ele tentou me mandar pra reabilitação
Mas eu não vou, vou, vou
O cara disse: "Por que você acha que está aqui?"
Eu disse "não faço idéia
Eu vou, vou perder meu amor
Então eu sempre mantenho uma garrafa por perto"
Ele disse "acho que você só está deprimida,
Me dê um beijo aqui, amor, e vá descansar"
Tentaram me mandar pra reabilitação
Eu disse "não, não, não"
É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar
Vocês vão saber, saber, saber
Eu não quero beber nunca mais
Eu só oh, só preciso de um amigo
Não vou desperdiçar dez semanas
Pra todo mundo pensar que estou me recuperando
Não é só meu orgulho
É só até essas lágrimas secarem
Tentaram me mandar pra reabilitação
Eu disse "não, não, não"
É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar
Vocês vão saber, saber, saber
Eu não tenho tempo
E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;
Ele tentou me mandar pra reabilitação
Mas eu não vou, vou, vou

Idriss Boudrioua - 30 Anos de Bossa Nova (1989)

Discaço do saxofonista de origem francesa. Raridade. Na década de 90, pude assistir um show dele em Petrópolis.
Mais informações aqui