Páginas

domingo, dezembro 04, 2011

Adeus, Dr Sócrates!

Do site Carta Capital

Sócrates Brasileiro - 1954 - 2011. Foto: U. Dettmar/ABr

A morte do ex-jogador de futebol e colunista de CartaCapital Sócrates Brasileiro Sampaio de Sousa Vieira de Oliveira, às 4h30 da madrugada deste domingo 4, provocou repercussão entre esportistas de todo o mundo, de políticos brasileiros e clubes defendidos pelo ex-atleta.

Sócrates faleceu em São Paulo, aos 57 anos, vítima de infecção generalizada.

Veja os comentários sobre a morte do ex-jogador:

“Nos campos, com seu talento e seus toques sofisticados, foi um gênio do futebol, a ponto de ser considerado o melhor jogador sul-americano de 1983. Fora dos campos, nunca se omitiu. Foi um brasileiro atuante politicamente, preocupado com o seu povo e o seu país”.

Dilma Rousseff, 63 anos, em nota oficial no site da Presidência da República.


“Um exemplo de cidadania, inteligência e consciência política, além de seu imenso talento como profissional do futebol”.

Luiz Inácio Lula da Silva, 66 anos, em nota oficial.


“O presidente Ricardo Teixeira, em nome dos diretores e funcionários da CBF, manifesta pesar pela morte de Sócrates, capitão da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1982. Considerado um dos jogadores mais brilhantes da história da seleção brasileira, Sócrates defendeu o Brasil nas Copas do Mundo de 1982 e 1986 e também foi ídolo do Corinthians”.

Comunicado oficial da Confederação Brasileira de Futebol, cuja gestão de Ricardo Teixeira foi criticada por Sócrates.

A CBF decretou também um minuto de silêncio em todos os dez jogos da última rodada do Campeonato Brasileiro de 2011, em homenagem ao Doutor.


“Meus pêsames”.

Andrés Sanchez, 47 anos, presidente do Corinthians, em entrevista coletiva.

Sanchez foi direto em sua manifestação pelo falecimento de Sócrates, um dos maiores ídolos do clube e também seu desafeto. O ex-jogador não era favorável à gestão do dirigente, que lhe negou em agosto um lugar na calçada da fama do clube.

Sanchez disse ainda que a homenagem oficial do clube ao ex-meiocampista está no site do Corinthians.



Homenagem do Corinthians ao ex-jogador Sócrates, no site oficial do clube. Foto: Reprodução


“O dia começou triste. Descanse em paz, Dr Sócrates”.

Ronaldo Nazario, 35 anos, via Twitter.


“Dr. Sócrates: exemplo de liderança, sinceridade e futebol arte. Meus sentimentos a família do craque. Que Deus o tenha em Paz #luto”.

Neymar, 19 anos, via Twitter.


“Que triste acordar e saber que o dr. Sócrates morreu, mas Deus sabe de todas as coisas, muita força neste momento para sua família”.

Rivaldo, 39 anos, via Twitter.


“Notícia triste essa do falecimento do Sócrates. Meus sentimentos à familia dele.”

Luiz Fabiano, 30 anos, via Twitter.


“Descanse em paz, Sócrates. Lenda brasileira.”

Van Persie, 25 anos, atacante do Arsenal (Inglaterra), via Twitter.


“Um dia triste para o futebol brasileiro. O Brasil perde um ídolo”.

Renato Gaúcho, 49 anos, em nota sobre o falecimento de Sócrates.


“Sócrates era brasileiro desde o nome: Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira. Jogando bola é difícil descrever tamanha classe, categoria e a inteligência extrapolou os campos de futebol. Além de médico, sempre foi engajado políticamente nas causas que acreditava. Era leal, obstinado, íntegro e sincero”.

Zico, 58 anos, em nota.


“É um pedaço da nossa história que vai embora”.

Paolo Rossi, 55 anos, ex-jogador da seleção italiano, autor de três gols contra o Brasil nas quartas-de-final da Copa do Mundo de 1982.




“De capitão para capitão, ele ficará na história. É uma grande decepção que Sócrates esteja morto tão jovem”.

Dino Zoff, 69 anos, goleiro e capitão da seleção italiana de 1982.






Fiorentina, time defendido por Sócrates entre 1984 e 1985, lamenta a morte do ex-jogador. Foto: Reprodução

“A Fiorentina se une à dor da família do ex-jogador Sócrates. Ele se foi hoje em São Paulo, com 57 anos de idade, por causa de uma hemorragia intestinal. Ao inesquecível “Dottore”, que com a camisa viola jogou na temporada 1984/85, atuando em 25 partidas e marcando seis gols e que será sempre lembrado por sua inteligência futebolística, vai a afetuosa lembrança do clube, time e torcedores da Fiorentina”.

Comunicado oficial no site da Fiorentina, time defendido por Sócrates entre 1984 e 1985.





“Me sinto muito doído, todos esperávamos que [Sócrates] ficasse melhor, que pudesse se recuperar. Infelizmente, não foi assim”.

Giancarlo Antognoni, 57 anos, jogou com Sócrates na Fiorentina.

“Lembro dele como um questionador, queria saber tudo: por que não podia fumar no ônibus, por qual motivo devia entrar em retiro antes de uma partida no sábado. No início de sua aventura na Fiorentina, ele não estava muito bem e os jornais o criticavam muito. Eu perguntei se sabia destas críticas, ele me disse que lia os jornais, mas olhava a parte política, e eu disse que, pelo contrário, eu lia só a parte esportiva. Então decidimos comprar um jornal só e dividi-lo”.

Giancarlo De Sisti, 68 anos, ex-técnico de Sócrates na Fiorentina.


“Toda a diretoria, conselheiros, colaboradores, jogadores, funcionários e torcedores lamentam profundamente o falecimento do Dr. Sócrates, que teve passagem marcante pelo Botafogo, tornando-se um dos maiores jogadores e ídolos de toda a história do clube”.

Botafogo de Ribeirão Preto, primeiro clube profissional de Sócrates na carreira, em nota oficial.


“A admiração a Sócrates Brasileiro Sampaio de Sousa Vieira de Oliveira ultrapassa a rivalidade clubística, tendo o craque emprestado ao Brasil sua genialidade dentro e fora de campo”.

São Paulo FC, clube pelo qual atuou Raí, irmão de Sócrates.

Nenhum comentário:

 
Locations of visitors to this page